Uma economia para contribuir na erradicação da pobreza

1 a 5 de fevereiro de 2017

Sábado, 4 de fevereiro, o papa Francisco encontrará 1100 protagonistas da Economia de Comunhão, provenientes de 49 países

focus_10Economia de Comunhão, como outras iniciativas econômicas, pode ser considerada um sinal profético. Iniciou em 1991, como reação à situação escandalosa das favelas que circundam a cidade de São Paulo. Chiara Lubich convidou um grupo de empresários a fundar empresas que, seguindo as leis do mercado, produzam renda “a ser colocada livremente em comunhão”. Com este objetivo: soerguer os pobres, oferecer emprego, promover a cultura do dar, em alternativa à cultura do ter.

Desde então se passaram 25 anos. Sábado, 4 de fevereiro de 2017, o papa Francisco, na Sala Paulo VI, encontrará 1100 protagonistas da Economia de Comunhão (EdC), na  maioria empresárias e empresários, que escolheram a economia como estilo de vida pessoal e empresarial. Com eles muitos jovens, pesquisadores e professores que, por meio dos estudos e da atividade acadêmica querem dar um fundamento teórico ao binômio economia-comunhão.

Comunicado – 30/02/2017

Comunicado – 04/02/2017

Discurso do Papa Francisco

Dossier – A Economia de Comunhão

Dossier – O nascimento da Economia de Comunhão

Dossier – Reconhecimentos a Chiara Lubich sobre a Economia de Comunhão

 

Atualizado em 11 de fevereiro de 2017

Serviço de Informação dos Focolares (SIF)

 

Os 50 anos do Movimento dos Focolares entre o povo Bangwa de Camarões

14 a 17 de dezembro de 2016

DSC3183-olswc_orgEm 1966 chegaram a Fontem os primeiros focolarinos médicos. Responder a emergência em que se encontrava o povo Bangwa se tornou uma prioridade para todos do Movimento dos Focolares.

Na conclusão deste ano jubilar, de 14 a 17 de dezembro de 2016, haverá a celebração solene dos 50 anos, em cuja preparação o Fon e os responsáveis das instituições se envolveram ativamente.

No programa do jubileu está o colégio Our Lady Seat of Wisdom, que, com 500 alunos por ano, está entre os cinco melhores institutos pré-universitários no sistema de língua inglesa de Camarões; testemunho sobre a vida e o trabalho dos Focolares em Fontem; uma Conferência Internacional sobre o diálogo inter-religioso entre cristianismo e religião tradicional africana, na experiência dos últimos 50 anos entre o povo Bangwa.

Comunicado de imprensa – 12/12/2016

Programa (inglês)

Carta do mons. Andrew Nkea, bispo de Mamfe (inglês)

“Christian testimony in the face of African Traditional Religion”, by Bishop Andrew Nkea

 

Atualizado em 15 de dezembro de 2016

Serviço de Informação dos Focolares (SIF)

Na Unesco “Reinventar a paz”

Paris, 15 de novembro de 2016, no 20° aniversário da outorga do Prêmio Unesco “Educação para a Paz” a Chiara Lubich

1271548No dia 17 de dezembro de 1996, em Paris, Chiara Lubich recebia da Unesco o Prêmio Educação para a Paz, com a seguinte motivação: “Em uma época na qual as diferenças étnicas e religiosas conduzem muito frequentemente a conflitos violentos, este Movimento lança pontes entre as pessoas, as gerações, as classes sociais e entre povos”.

Vinte anos depois, e quase um ano após o atentado terrorista que aconteceu justamente em Paris e enquanto guerras e conflitos armados espalham horror e destruição em vários pontos da terra, o Movimento dos Focolares – com a Direção Geral da Unesco e o Observatório Permanente da Santa Sé – pretende reafirmar e testemunhar, na mesma sede, o empenho pela unidade e pela paz.

Comunicado – 26/10/2016

Comunicado – 09/11/2016

“Reinventing peace” – Programme (english)

“Reinventar a paz” – discurso de Maria Voce

“Unidade da família humana e cultura de paz” – discurso de Jesús Morán

Discurso de Chiara Lubich à UNESCO – 17/12/1996

“Reinventar a paz” – declaração (em inglês)

 

Atualizado em 15 de novembro de 2016

Serviço de Informação dos Focolares (SIF)

Página 1 de 4012345...102030...Última »