Chiara Lubich con le gen, 1968“Jovens de todo o mundo, uni-vos!”

Foi o apelo que Chiara Lubich dirigiu, em 1967, aos jovens e adolescentes que faziam parte do Movimento. Propôs-lhes «convocar o maior número possível de jovens do mundo e lançar uma grandiosa revolução ao grito de “unamo-nos!”».

“Uma revolução de amor” – explicou – que tem como finalidade a realização do testamento de Jesus “Que todos sejam um”. Milhares de jovens, no mundo inteiro, aderiram a este programa, e daí nasceu o Movimento gen: “geração nova” do Movimento dos Focolares.

Em 1968, um gesto simbólico delineou as suas características. Aos gen foi entregue um troféu, que representa a passagem de uma bandeira, da primeira à segunda geração. Nesta estão escritas duas frases: “Que todos sejam um” (Jo 17,21) e “Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste?” (Mt 27,46). A primeira define o programa, a segunda, o segredo para atuá-lo.

Dentro do Movimento gen foram se delineando, progressivamente, as seguintes distinções, por faixa etária.

Gen 2

Estão presentes no mundo inteiro e pertencem às mais diferentes culturas, extrações sociais, religiões e há também quem não professa um credo religioso. Representam a segunda geração do Movimento dos Focolares do qual assumem o carisma, integralmente.

Descobriram que viver o Evangelho determina uma verdadeira revolução em suas vidas, uma revolução capaz de mudar o mundo, e comprometem-se em vivê-lo com coragem e determinação. Sabem que a força e a perseverança derivam da presença de Jesus, que Ele mesmo prometeu: “onde dois ou estão três reunidos em meu nome eu estou no meio deles” (Mt 18,20).

É por isso que se reúnem periodicamente em pequenos grupos, denominados “unidades gen 2”, onde procuram manter sempre viva essa presença de Jesus no meio deles; lá partilham as próprias experiências da vida da Palavra, ajudando-se e encorajando-se mutuamente.

Os gen 2 são os principais animadores do Movimento Jovens por um Mundo Unido, através do qual incidem na sociedade, promovendo a fraternidade universal.

Gen 3

Gen3Adolescentes, entre 9 e 17 anos de idade, os gen 3 são a terceira geração do Movimento dos Focolares. Foi em 1970 que, percebendo neles uma personalidade bem definida, muito diferente da dos jovens, Chiara propôs dedicar-lhes uma formação específica e distinta.

Floresceu assim um grande número de adolescentes que vivem o ideal da unidade com convicção e de modo radical; como é típico da idade deles, não se deixam desencorajar pelas dificuldades ou pelo negativo que existe no mundo. Os gen 3 vivem para levar a unidade em todos os ambientes onde se encontram: em família, na escola, com os amigos.

O seu programa de vida está resumido nestas palavras de Chiara:

“Os gen 3 miram muito alto (…). Eles perceberam que no mundo, na história, entre as pessoas que marcaram mais profundamente, estão os santos. Estes arrastaram multidões, levaram muitas pessoas a Deus, mudaram a realidade social do mundo (…).  [Os gen 3] querem ser – e não se maravilhem – uma geração de santos”.

Ao redor dos gen 3 agrega-se uma quantidade inumerável de meninos e meninas que desejam partilhar o seu mesmo estilo de vida, e formam o Movimento Juvenil pela Unidade. Percorrem juntos diversos caminhos, que chamam “trilhas”, e que se traduzem em iniciativas locais e internacionais, para construir um mundo unido.

Gen 4 – Gen 5

Gen4 con il dado d'amoreComo acontece em qualquer família, às crianças é reservado um lugar privilegiado: são os gen 4, dos 4 aos 8 anos, e os gen 5, os menores, até 4 anos.

Com uma sensibilidade especial ao amor, aprendem a vivê-lo concretamente através do exemplo daqueles que vivem a espiritualidade da unidade. Descobrem que quando este amor é recíproco, traz a presença de Jesus, e aprendem a conhecê-lo, criando com Ele um relacionamento simples e direto.

Em seus encontros, inclusive internacionais, tem contato com crianças e adultos de diversas culturas e religiões, experimentam desde pequenos que são todos filhos de um único Pai, o que os leva a abrirem-se naturalmente, ao mundo inteiro.

Todas as manhãs jogam o “Dado do Amor” (criado por Chiara para eles), que tem em cada lado um ponto da “arte de amar”: amar a todos, ser os primeiros a amar, “fazer-se um” com o outro, ver Jesus no outro, amar o inimigo e amar-se mutuamente. A frase que cai eles procuram viver durante o dia, e depois contam suas experiências e a alegria que encontram quando amam o próximo.

Levam este “Dado do Amor” a suas escolas, o mostram a amigos e parentes. Já existem classes e escolas inteiras, grupos paroquiais e projetos educativos, que assumiram o “Dado do Amor” em suas atividades.

De modo especial, o amor os leva a viver a cultura da partilha, de muitas maneiras: dar um sorriso, dar uma mão, dar companhia, doar uma parte do lanche, dar consolação, dar alegria, dar uma ajuda aos pobres, dar perdão… e assim descobrem que “quando amamos somos felizes, e se amamos sempre somos sempre felizes!”.

Fatos de vida

André, guerreiro e mestre de vida

André, guerreiro e mestre de vida

4

Com apenas 10 anos André Cicarè depara-se com uma doença muito séria. Três anos nos quais nunca perdeu o seu maravilhoso sorriso, acompanhado passo a passo pela comunidade dos Focolares de Appignano, na região de Macerata, na Itália.

[ler tudo]

Artigos

Maria Voce aos jovens dos Focolares

Maria Voce aos jovens dos Focolares

Trechos da mensagem da presidente dos Focolares aos 1100 gen do mundo inteiro, reunidos em Castel Gandolfo (Roma), de 17 a 20 de novembro, para comemorar os 50 anos do Movimento Gen.

[ler tudo]

50º aniversário do Movimento Gen, em Roma

1
50º aniversário do Movimento Gen, em Roma

Para celebrá-lo, mais de mil gen dos 5 continentes – segunda geração dos Focolares –, marcaram um encontro em Castel Gandolfo. Jovens que levaram a sério o empenho pela paz e pela unidade da família humana.

[ler tudo]

Uma geração irrefreável

1
Uma geração irrefreável

Mil gen 2 chegando em Castelgandolfo (Roma), provenientes do mundo inteiro, para o seu congresso mundial. A lembrança de uma delas, a bem-aventurada Chiara Luce Badano, em muitos pontos do planeta.

[ler tudo]
12345...»