Chiara Luce Badano, santidade 2.0

 
29 de outubro é o dia da memória litúrgica de Chiara Luce Badano. A um ano da sua beatificação, muitos jovens querem conhecê-la melhor e imitá-la.

Já se passou um ano da sua beatificação, vivida por mais de 20 mil jovens que estavam em Roma para a ocasião, e por muitos outros que a assistiram ao vivo, em todo o mundo. São muitos os que hoje querem conhecê-la e imitá-la.

O forte testemunho de Chiara Luce Badano, a gen de Gênova (Itália) que a Igreja reconheceu como bem-aventurada, parece que fez a santidade voltar à moda. Os seus “dezessete anos plenos de vida, de amor e de fé” (Papa Bento XVI) acordou em muitos jovens – e não só – o desejo de consumar a própria vida para coisas grandes. Descobrem que a santidade pode ser vivida no cotidiano.

“Chiara Luce nos ensinou que nós também podemos amar sempre e incondicionalmente”. Este é um dos comentários feitos no Brasil, num dos tantos encontros que se multiplicaram pelo mundo, inclusive através do musical “Life Love Light”. Da Itália à Espanha – durante a JMJ – e outros países europeus, do Oriente Médio à Ásia, chegando às Américas, Austrália e várias nações africanas.

Inumeráveis os pedidos aos seus pais, Maria Teresa e Ruggero Badano, para que contem a história. Todos a sentem viva, uma pessoa com quem se pode estabelecer uma relação. E como bem se exprimiu uma jovem: “Chiara Luce ensinou-me algo muito forte: não posso me tornar santa sozinha, devemos ser santos juntos”.

Ao apresentar a maravilhosa figura dessa jovem beata, Chiara Lubich, fundadora do Movimento dos Focolares, afirmou: “A finalidade do Movimento é cooperar com a Igreja na realização do testamento de Jesus, ‘que todos sejam um’. Chiara Luce, ainda criança, tinha entendido que os sofrimentos são pérolas preciosas, que devem ser acolhidas com predileção durante o dia. Por isso viveu com Jesus, com Ele transformou a sua paixão em um canto nupcial. Sim, Chiara Luce é uma gen realizada, testemunha coerente do nosso ideal, já maduro nela aos 18 anos”.

A sua história viaja utilizando todos os meios: mais de 30 mil cópias do livro “A clara luz de Chiara Luce” e mais de 15 mil de “Do teto para baixo”, editados em várias línguas. E ainda milhares de cópias de DVDs e CDs musicais sobre a sua vida e sobre a festa da sua beatificação.

Mas é principalmente na internet que se vê quantos a conhecem, ou a descobrem nas circunstâncias mais imprevisíveis, e desejam viver como ela. A sua página no Facebook conta numerosos fãs que interagem inserindo posts, comentários, fotos, compartilhando.

O site “Life Love Lighttornou-se uma referência para quem quer comunicar as próprias descobertas do sentido da vida de Chiara Luce, e da sua felicidade, como ela mesma exprimiu nas suas últimas palavras: “Mamãe, tchau! Seja feliz porque eu sou feliz!”.

Canal oficial no You Tube: http://www.youtube.com/user/ChannelChiaraLuce