Living Peace Festival no Cairo

 
O Projeto envolve 25.000 adolescentes de 200 escolas, em136 cidades de 103 países. 6 de abril de 2014, domingo, o evento mundial com transmissão ao vivo via Internet. ransm

Em meio às tensões que marcam a história atual do Egito, realiza-se no Cairo o terceiro Living Peace Festival.

O Festival foi criado por um professor de inglês do El Rowad American College do Cairo como um projeto de  educação à paz e, atualmente, conta com a participação de mais de vinte e cinco mil estudantes do mundo  nteiro. No próximo dia 6 de abril, domingo, será realizada pela terceira vez o evento mundial.

A característica de Living Peace é a participação pessoal de estudantes e docentes na criação de iniciativas de educação à paz, coligados em uma rede mundial de pessoas e instituições. A adesão permite a cada um dos estabelecimentos de ensino desenvolver projetos segundo as  próprias possibilidades, favorecendo a criatividade dos adolescentes e criando a consciência de contribuir a uma finalidade comum. Este procedimento cria uma dinâmica de participação que entusiasma os diferentes setores da escola, reforçando a  solidariedade entre alunos, professores, diretores e pais, com um ulterior reflexo na sociedade civil.

No Cairo, por exemplo, Living Peace envolve alunos e professores de vinte escolas, mulçumanos e cristãos. Em outros países os resultad os do Projeto são apresentados às autoridades civis (Uruguai, Espanha, Malta e Luxemburgo) e, também, à televisão (Coréia e Brasil). São também realizados eventos nas ruas, nos quais a escola envolve os habitantes da cidade com iniciativas juvenis destinadas a criar a paz e da fraternidade. Adquire grande importância as iniciativas a favor das situações de crise, por exemplo, para algumas escolas atingidas pelo Tsunami, em 2011, no Japão e para a Síria, dilacerada pela guerra.

Desde as suas primeiras iniciativas, Living Peace suscitou o interesse de algumas instituições internacionais. “Fomos convidados a participar do World Peace Forum 2011, realizado em Schengen, no Luxemburgo – afirma Carlos Palma, criador do Projeto – para expor as nossas iniciativas. Desde então nós participamos do Fórum e ingressamos em uma rede de relações com personalidades tanto da ONU quanto da União Européia, que apóiam e estimulam o nosso esforço a favor da paz!”

O Movimento dos Focolares apóia o Projeto Living Peace Festival por meio da AMU  e Humanidade Nova

Acesso à transmissão ao vivo: http://live.focolare.org/ipf (6 de abril de 2014, 10:30 CEST, UTC+2)

Regras(500)

 

Veja também