Run4Unity 2017: correndo rumo à unidade

 
Como conclusão da Semana Mundo Unido 2017, a corrida de revezamento Run4Unity, organizada pelos adolescentes do Movimento dos Focolares, leva a todas as latitudes o bastão da fraternidade.

Run4Unity_05Adolescentes do Japão correm se conectando simultaneamente com os de Seul, Coreia do Sul, imaginando um futuro de paz. Hoje, nenhum deles se lembra das antigas fraturas que dividem as duas margens do Mar do Japão.

Em Viena, 300 atletas da Áustria, Eslováquia, Hungria, Alemanha e Suíça se encontraram para viver, juntos, momentos de esporte e fraternidade. Entre os jogadores, estão também jovens refugiados pertencentes a uma igreja siro-ortodoxa.

Um salto de 10 fusos horários e, de Mexicali (México) e Calexico (Califórnia, EUA) uma centena de adolescentes convergem na direção do muro que os divide. Ódio e racismo, hoje, não têm lugar.

Prossegue, aliás, corre do Oriente para o oeste, atravessa idealmente a superfície da terra e os seus 24 “gomos” horários, para passar o bastão da fraternidade para cada latitude. É Run4Unity, a corrida de revezamento mundial organizada, como todos os anos nos primeiros dias de maio, pelos adolescentes do Movimento dos Focolares.

A corrida encerrou a Semana Mundo Unido, um período denso de iniciativas e projetos em nome da paz e da unidade entre os povos: do Equador, às voltas com a emergência humanitária do terremoto, a Medan (Indonésia), com um concerto pela paz, até Goma, na República Democrática do Congo, sobre as notas do festival Amani, um evento de três dias de música e dança pela paz.

Run4Unity é um percurso em etapas que atravessa as fronteiras mais quentes do planeta, em todas as latitudes, das 11 às 12 horas, horário local. A pé, em bicicleta, de patins, em barco ou parados em silêncio, com uma oração pela paz, também este ano foi a corrida mais contracorrente que existe, pressagiadora e antecipadora de unidade. Não vale a velocidade dos pés, mas a prontidão do coração. Cada etapa se enriqueceu de eventos esportivos, ações de solidariedade, experiências de cidadania ativa (especialmente nos lugares em que prevalecem solidão, pobreza, marginalização), jogos, brincadeiras e tudo aquilo que pode servir para testemunhar que o mundo unido ainda é possível, apesar das tensões preocupantes e os sinais de deriva.

Run4Unity_07Em Penang, Estado da Malásia ocidental, Run4Unity foi uma UnityWalk, uma caminhada de 8 km, que consentiu a participação de 1200 pessoas de todas as idades, pertencentes a diferentes grupos étnicos, culturas e religiões, entre os quais hindus, muçulmanos, sikhs, cristãos, budistas.
Na Índia, a corrida exprime o desejo de paz atravessando o centro de Nova Délhi, do Gandhi Smriti, onde o Mahatma Gandhi foi morto em 1948, hoje local sagrado, até o India Gate, monumento nacional dedicado a todos os soldados que não voltaram mais da guerra.
Em Dresden (Alemanha) Run4Unity se realizou dentro da manifestação de iniciativa popular “Pulse of Europe” criada para encorajar os cidadãos a ouvir a “batida do coração” da Europa porque, como dizem os organizadores do evento, “a União Europeia era e é antes de tudo uma união para garantir a paz”.
Em Columbus, capital de Ohio (EUA) se realizou num centro para adolescentes de um bairro, área de risco, com jogos, mensagens de paz e o compartilhamento da “regra de ouro”. Depois, a limpeza das ruas e a partilha dos sanduíches junto com os sem teto.
Em Santa Lucia Utatlàn (Guatemala) a corrida foi a ocasião de um programa multicultural que envolveu mil pessoas de diversas etnias, entre as quais também os jovens da comunidade maia de Quiché.
Em Iglesias, na Sardenha (Itália), Run4Unity assumiu uma forma muito particular, a da sensibilização ao desarmamento: Domusnovas e Iglesias, cidades da região, sediam, de fato, uma fábrica de bombas e de armas. Daqui partem as cargas destinadas a alimentar os bombardeamentos nas zonas de guerra.

Adolescentes e jovens do mundo imaginam um mundo diferente, sem guerras, muros, ódio. A mensagem deles corre viralizando inclusive na internet. Radioimaginária, a primeira emissora de rádio na Europa inteiramente projetada e organizada por adolescentes, dedicou uma matéria ao vivo aos eventos de Run4Unity no mundo. Porque, dizem, «aos quinze anos já se pode imaginar o mundo que virá».

Galeria de fotos

Regras(500)

 

Veja também