Contemplar Cristo com o olhar de Maria para ser como Ele, construtores de paz

O Movimento dos Focolares promove, de 28 a 30 de abril de 2003, em Castelgandolfo (Roma), o Congresso Mariano Internacional “Contemplar Cristo com o olhar de Maria”, no Ano do Rosário proclamado pelo Papa, “neste ano conturbado por inúmeras preocupações quanto ao destino da humanidade”, para que, “contemplando Cristo com o olhar de Maria”, nos tornemos “construtores de paz” e de “de um mundo mais próximo do desígnio de Deus”.

TRANSMISSÃO AO VIVO PELA TV E INTERNET
Programa complementar: entrevistas e vários documentários
www.focolare.org/live

A inovadora perspectiva evangélica da Carta do Papa sobre o Rosário e dos Mistérios da Luz, serão o fio condutor que percorrerá todo o congresso, com breves reflexões teológicas e testemunhos. De fato, o objetivo é revelar as riquezas e as potencialidades de renovação do Evangelho que o Rosário propõe. O bispo de Pompéia, Dom Domenico Sorrentino, traçará a história do Rosário ao longo dos séculos.

AS NOVIDADES

A contribuição dos novos carismas à compreensão vital de Maria e do Rosário:
– segunda-feira à tarde: Chiara Lubich, fundadora e presidente do Movimento dos Focolares;
– terça-feira pela manhã: Pe. Pasquale Foresi, primeiro focolarino sacerdote, co-fundador dos Focolares;
– quarta-feira à tarde: Andrea Riccardi, fundador da Comunidade de Santo Egídio, e representantes de vários Movimentos e Comunidades eclesiais.

Testemunhos da Palestina, Estados Unidos, Burundi, Filipinas, Europa oriental:
jovens, famílias, políticos, sacerdotes e religiosos, mostrarão as sementes de unidade florescidas, até mesmo nos contextos mais difíceis.

A ação de Maria na história dos povos
– quarta-feira à tarde: o prof. Tommaso Sorgi apresentará uma leitura inédita de muitos acontecimentos, como a mudança do regime de Marcos, nas Filipinas, e do conflito em Angola. Em seguida, o testemunho do prof. Adam Biela, polonês, estudioso e político.

Dimensão ecumênica: a Carta do Papa e a visão de Maria nas diversas Igrejas:
– quarta-feira pela manhã: mesa redonda com representantes das Igrejas romena-ortodoxa, copta-ortodoxa (Egito), anglicana, reformada (Suiça), luterana (Alemanha).

Dimensão inter-religiosa: um canto ao Pai na língua de Maria e a sua figura no Islã:
– quarta-feira à tarde: cantará una artista hebréia, Miriam Meghnagi e, uma estudiosa muçulmana iraniana, Shahrzad Hushmand fará um discurso.

A contribuição da arte: para exprimir com a linguagem da Arte, Maria – Obra-prima de Beleza, protótipo da Humanidade Nova realizada.
Numerosas serão as apresentações musicais, canções, danças e obras de arte de diversas culturas; algumas criações feitas especialmente para a ocasião do congresso, como o “primeiro ato” de “As bodas do milagre” da Companhia de Balé Clássico Cosi – Stefanescu.

ransmissão ao vivo pela TV de todo o congresso:
O evento televisivo será enriquecido ainda mais por um programa complementar, que cobre o tempo dos intervalos na sala: serão numerosas as entrevistas, 27, os documentários. A transmissão televisiva ao vivo realiza-se graças à generosa disponibilidade de ‘ESA and Media Space Alliance’, de TELEPACE com quatro satélites, da americana EWTN, da Rede CANÇÃO NOVA do Brasil, aos quais se interligarão várias televisões nacionais e locais.

– Participantes: são esperados mais de 1.400 pessoas – entre as quais, mais de 20 cardeais e bispos – de mais de 70 países de todos os continentes: da Rússia aos Estados Unidos, Colômbia, do Congo ao Paquistão e Austrália.

– Presidirão as liturgias eucarísticas: os cardeais, Angelo Sodano, Secretário de Estado do Vaticano; Miloslav Vlk, arcebispo de Praga; Silvano Piovanelli, que foi arcebispo de Florença; os bispos: Stanislaw Rylko, Secretário do Pontifício Conselho para os Leigos, e Vincenzo Paglia, bispo de Terni (Itália).

– Como nasceu a idéia desta iniciativa: para responder à mensagem do Papa a Chiara Lubich, de 16 de outubro do ano passado, na Praça de S. Pedro, o dia no qual relançava na Igreja a oração mariana do rosário. Ele escrevia: “Gostaria de confiar idealmente aos focolarinos a oração do Santo Rosário que quis propor novamente à Igreja inteira”. Pedia de “dar o relevo necessário para a iniciativa de un ano dedicado ao Rosário”. “Ofereçam a contribuição de vocês para que estes meses se tornem ocasião de renovação interior para cada comunidade cristã”.

 

Comments are disabled.