Budistas e cristãos em diálogo

O simpósio foi organizado pela Mahachulalongkorn Rajavidyalaya University, de Chiang Mai, em colaboração com o Movimento dos Focolares e a Rissho Kosei-kai, movimento leigo budista que há vários decênios atua como protagonista no diálogo inter-religioso mundial.

O tema do encontro, “Darma, Compaixão e Ágape no mundo contemporâneo”, tem um sub-título em grande sintonia com as problemáticas do mundo atual: “A resposta das religiões aos desafios do mundo globalizado”. É significativo que tenham sido os próprios interlocutores budistas a desejarem que tal problemática fosse abordada durante o Simpósio, o que veio a confirmar a sua transversalidade, que chega a homens e mulheres de qualquer país, prescindindo das culturas e das religiões.
Os participantes são cerca de 50 pessoas, provenientes do Japão, Coréia, Taiwan, Cingapura, Filipinas, Sri Lanka, Bangladesh, Inglaterra e Itália. Entre eles, como observadores, estarão presentes cerca de 30 monges, estudantes de pós-graduação na universidade budista de Chiang Mai.

Na cerimônia de abertura, realizada no templo de Wat Phrathat Sri Chomthong Voravihara, estiveram presentes autoridades de várias religiões. O arcebispo Salvatore Pennacchio, Núncio Apostólico da Tailândia, foi hóspede de honra, juntamente a d. Andrew Vissanu Thaya-anan, sub-secretário do Pontifício Conselho para o Diálogo inter-religioso, o novo arcebispo de Bancoc, d. Francis-Xavier Kriengsak Kovithavanij, d. Chusak Sirisut, bispo de Nakhon Ratchasima e presidente da Comissão para o diálogo inter-religioso da Conferência Episcopal Tailandesa, e o bispo da diocese de Chiang Mai, d. Francis Xavier Vira Arpondratana. A Rissho Kosei Kai está sendo representada pelo seu presidente, Nichiko Niwano, que dirigiu uma mensagem aos presentes. Por parte do budismo theravada, teve a palavra, durante a cerimônia, a maior autoridade da região de Chiang Mai – Phra Tepkosol – e Phra Thammankalajarn (também conhecido como Ajahn Tohng Sirimankalo), que ofereceu o seu centro de meditação vipassana, adjacente ao templo do qual é titular, para o desenvolvimento do Simpósio. Houve também a presença de representantes de instituições. Significativa foi ainda a participação do Diretor da Secretaria para as Relações com religiões e culturas do Conselho Mundial de Igrejas, de Genebra, dr. Shanta Premawardhane.

O Simpósio dá continuidade a outros dois, realizados em Roma em 2004 e 2008, e ainda àquele, cujos anfitriões foram os Movimentos Rissho Kosei Kai e Tendai-shu, em Osaka (Japão), em 2006. O amor cristão e a compaixão budista serão a base de tudo o que acontecerá nos próximos dias. Foi este o espírito que caracterizou os simpósios precedentes, quando cada participante comprometeu-se a uma busca sincera daquilo que une, para contribuir ao crescimento da fraternidade universal.

No dia 3 de fevereiro falará a presidente do Movimento dos Focolares, atualmente em visita à Ásia, Maria Voce, será recebida ainda na Mahachulalongkorn Rajavidyalaya University, de Chiang Mai, dia 5 de fevereiro, quando falará aos monges. 
 

Comments are disabled.