Descobri o Céu!

“Hoje descobri o Céu: Deus é Amor, Ele nos ama imensamente!”, cantavam as 780 gen 4 – as meninas do Movimento dos Focolares – reunidas em Castelgandolfo para o seu congresso. A maioria delas tinha vindo da Itália e outros países europeus, mas na primeira fila estavam também as 50 provenientes do Burundi, Ruanda, Argentina, Bolívia, Brasil e Líbano.

Valéria, da Bolívia: “Sinceramente o Congresso foi a melhor coisa que já me aconteceu. O que mais gostei foi de aprender a amar Jesus, agora amo mais do que antes, não sei como agradecer a Deus…”. 

Ir a Roma seria impensável para ela sem as diversas iniciativas das gen 4 do mundo inteiro, que arrecadaram 5 mil euros, o que tornou possível a participação sua e das outras, vindas dos continentes extra-europeus. 

Como os gen 4, elas também acompanharam a história do amor de Deus para como o Povo eleito, até a chegada de Jesus, que veio à terra para nos trazer o amor do Pai. Uma brincadeira movimentada, que durou uma tarde inteira, as ajudou a descobrir Jesus presente não apenas no Céu, mas entre nós quando nos amamos, no irmão, na sua palavra, na Eucaristia.

“As suas respostas foram realmente interessantes e via-se que você as dava com todo o coração”, assim escreveram a Maria Voce depois do encontro com ela, no qual lhe dirigiram perguntas bastante difíceis. Escreveram ainda: “Obrigada por ter respondido com sabedoria a todas as nossas perguntas! Finalmente sei como realizar o meu sonho: para me tornar santa é preciso amar a todos, porque Jesus está em todos!”. “… O congresso ensinou-me muitas coisas sobre Jesus, mudou o meu coração, quando voltar para casa não serei mais a mesma e quando surgir uma chance para ajudar eu vou ser a primeira”.

Uma festa com danças, cantos típicos e encenações foi a ocasião para encontrarem os primeiros companheiros e companheiras de Chiara, um presente recíproco, um envolvimento simples e profundo, e no final não se sabia quem estava mais feliz.
Tendo descoberto o amor de Deus as gen 4 experimentaram que são verdadeiramente irmãs, o que superou qualquer distância de proveniência, língua, cultura: “Fiquei feliz por estar sempre com as outras gen 4 – escreveu Laurette, de Ruanda – nós nos quisemos bem e quando eu chegar em Ruanda vou amar a todos”.

No mundo inteiro, da Califórnia a Hong Kong, grupos de gen 4 reuniram-se para ver alguns momentos do congresso, transmitidos pela internet. De Fontem, na República dos Camarões, escreveram: “A conexão foi maravilhosa! Entendemos que não importa onde estamos, Deus está sempre conosco e ao mesmo tempo no céu! Estamos muito felizes de poder doar aos nossos amigos o que temos de mais lindo: Deus. Com o amor podemos transformar o mundo que está cheio de ódio. Fazendo assim Jesus ficará feliz e nós o encontraremos no Paraíso. Obrigada!”.

 

Comments are disabled.