Primeiro doutorado na Universidade Sophia

O Dr. Paolo Frizzi, formado em história na Universidade de Pádua (Itália), foi o primeiro candidato a receber o doutorado no Instituto Universitário Sophia (IUS) de Loppiano, em “Fundamentos e Perspectivas de uma cultura da unidade”.

A jovem instituição acadêmica do Movimento dos Focolares incluiu uma novidade não apenas na temática, mas também na natureza do trabalho que foi apresentado com uma abordagem interdisciplinar, conjugando teologia, história e diálogo entre as religiões, em total fidelidade ao espírito do IUS.

São estas as chaves de leitura que o doutorando – natural de Trento, como Chiara Lubich – usou para estudar um século de história e acontecimentos sócio políticos, de reflexão filosófica e teológica, identificando neles as relações que Chiara, e com ela o Movimento dos Focolares, estabeleceu com pessoas de diferentes credos, nos vários continentes.

Nestes processos de transformação a pessoa de Chiara Lubich emerge justamente como aquela de um profeta que sabe conjugar pensamento, espiritualidade e diálogo. É uma proposta ainda a ser descoberta e que o trabalho de Frizzi deixa aberta para ulteriores aprofundamentos específicos.

O IUS tem o seu primeiro doutor em “Fundamentos e Perspectivas de uma cultura da unidade”. Uma etapa importante. O dia 7 de novembro passado será relembrado porque representa um passo adiante na aposta acadêmica e intelectual desejada por Chiara Lubich antes de deixar esta terra.

Fonte:

De Roberto Catalano, em Città Nuova online

No comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *