Casais em crise: reacender a luz

Nós nos casamos por amor e a nossa vida conjugal transcorreu de modo normal, entre altos e baixos. Ao conhecer a espiritualidade da unidade, pareceu-nos que a nossa relação atingira o ápice do entendimento. Ao contrário, quatro anos atrás entramos em crise, como nunca poderíamos imaginar”, relata Silvia, casada há trinta anos com Stefano. Ela é professora primária, ele é empresário e têm dois filhos.

“Acreditávamos ter construído uma relação muito sólida, e mesmo assim, aos poucos chegamos ao ponto de não nos entendermos mais – continua – entre nós não existia mais nenhuma forma de diálogo, os dias se sucediam na crescente tediosa monotonia entre o trabalho e outros compromissos, sufocados pelos muitos problemas de família. Tornamo-nos indiferentes um com o outro, talvez porque deduzíamos que o amor sempre existia entre nós.”

Quanto a mim – diz Stefano – deixei-me levar pelas muitas preocupações do trabalho, eu as nutria demasiadamente. Silvia tentava fazer-me entender as suas dificuldades, mas, eu era prisioneiro no vórtice do meu trabalho e calculava tudo de maneira superficial. Entre nós se erguera um muro tão alto que também os nossos filhos o percebiam. Foi exatamente nessas alturas que entendi o mal que eu estava causando a nós dois e às pessoas próximas a nós. Durante um encontro de Famílias Novas, compreendemos que deveríamos comunicar este nosso problema. Fomos muito bem acolhidos e apreciaram a nossa sinceridade.”

“Depois disso soubemos que se realizaria um ‘Curso para fortalecer a unidade do casal’, em Loppiano – a cidadezinha internacional do Movimento dos Focolares – apropriado exatamente àqueles que passam por um período de crise. Decidimos participar e fomos com o desejo de recomeçar. Compartilhar junto com outros casais que viviam os nossos mesmos problemas nos ajudou muito: não estávamos sós a enfrentar aquelas situações que, no início, nos envergonhávamos até mesmo de revelá-las.

Durante aqueles dias uma luz reacendeu para nós. Entendemos que devemos dar espaço um ao outro e reencontramos a harmonia na nossa relação. Os nossos filhos foram os primeiros que se beneficiaram da serenidade reconquistada.”

No ‘Curso para fortalecer a unidade do casal’ são tratados temas sobre o conhecimento de si, a diversidade, o conflito e a acolhida com momentos de conversa a dois, momentos de diálogo e de exercitação prática, intercalados com momentos de descanso e recreação vividos juntos e, também, excursões pela região. A harmonia e o acordo entre as pessoas que participam do Curso ajudam a caminhada no percurso de reaproximação do casal. Frequentemente os dois se sentem renascer e seguem em frente; outras vezes, torna-se evidente uma particular ferida que necessita ser curada e, às vezes, também com a eventual ajuda psicológica adequada.

Se o percurso é íngreme e espinhoso existe a possibilidade de participar de outro período, breve, durante a primavera e, ainda outro, durante o inverno. Durante estes fins de semana, frequentemente, as famílias que fizeram o último Curso desejam retornar para colaborar porque foram elas as primeiras a se beneficiarem por meio daqueles que fizeram o mesmo itinerário no ano precedente.

Comments are disabled.