Essa frase é de Paulo, o Apóstolo: frase breve, estupenda, lapidar, clarificadora.

Ela nos indica qual deve ser a base do comportamento cristão, aquilo que deve inspirá-lo sempre: o amor ao próximo.

O Apóstolo vê na prática desse mandamento a plena atuação da lei. Com efeito, a lei manda não cometer adultério, não matar, não roubar, não desejar… E sabemos que aquele que ama não faz nada disso: não mata, não rouba…

“Toda a lei se resume neste único mandamento: ‘Amarás o teu próximo como a ti mesmo’.”

Todavia, a pessoa que ama não só evita o mal. Quem ama se abre aos outros, deseja o bem, pratica o bem, sabe doar-se: chega a dar a vida pela pessoa amada.

Por isso Paulo escreve que, amando o próximo, não só se cumpre a lei, mas se cumpre “toda a lei”.

“Toda a lei se resume neste único mandamento: ‘Amarás o teu próximo como a ti mesmo’.”

Se toda a lei está contida no amor ao próximo, precisamos ver os outros mandamentos como meios para nos iluminar e guiar a fim de sabermos encontrar, nas complexas situações da vida, o caminho para amar os outros; precisamos saber descobrir nos outros mandamentos a intenção de Deus, a sua vontade.

Ele quer que sejamos obedientes, castos, mortificados, mansos, misericordiosos, pobres… para concretizarmos melhor o mandamento da caridade.

“Toda a lei se resume neste único mandamento: ‘Amarás o teu próximo como a ti mesmo’.”

Poderíamos nos perguntar: por que o Apóstolo não fala também do amor a Deus?

O fato é que o amor a Deus e o amor ao próximo não competem entre si. Um deles, o amor ao próximo, é até mesmo expressão do outro, do amor a Deus. Com efeito, amar a Deus significa fazer a sua vontade. E a sua vontade é que amemos o próximo.

“Toda a lei se resume neste único mandamento: ‘Amarás o teu próximo como a ti mesmo’.”

Como colocaremos em prática essa Palavra?

É evidente: amando o próximo; amando o próximo de verdade.

Isso significa: doar-se, mas doar-se a ele de modo desinteressado.

Não é amor instrumentalizar o próximo por objetivos próprios, ainda que estes sejam os mais espirituais, como por exemplo, a própria santificação. Devemos amar o próximo, não a nós mesmos.

Porém não resta dúvida de que, quem ama dessa maneira, chega realmente à santidade; torna-se “perfeito como o Pai”, porque realizou a melhor coisa que podia fazer. Atuou de modo certeiro a vontade de Deus, colocou-a em prática: cumpriu toda a lei.

Porventura no fim da vida não seremos examinados unicamente sobre esse amor?

Chiara Lubich


Este comentário à Palavra de Vida foi publicado originalmente, em junho de 1983.

8 Comments

  • sabe esta acontecendo muitas coisas em minha vida descobri que com deus tudo estou em uma situaçao que preciso muito dar a mao pra jesus pois e a mesma situaçao que me encontrava ha nove anos atras quero que deus ilumine meus passos pois fiquei muito traumatizada com as consequencias de minha separaçao do pai de meus filhos eles foram muito prejudicados hoje estou de novo separando mas porem estou com deus que coloquei minhaq vida em suas maos e pesso forças ao divino espirito santo para me g]]

  • Please, I need Word of life in my email.I am a voluntary in Brasil,Saõ José dos Campos – São Paulo….Thanks.

  • When I read this Word of Life it reminds me of one song, referring to my brother, “My way to go to GOD is you”.
    I pray to God that HE gives me an opportunity to always Love my neighbour as this is a sure way of loving God.

  • El Carisma de Chiara aporta algo al mandamiento nuevo de Jesús. Amar al projimo de verdad, sin instrumentalizarlo, sin utilizarlo para los propios fines. Donarse desinteresadamente. Así lo hacía Chiara durante su vida tan fecunda. Podemos nosotros, debemos hacerlo.

  • Great and inspiring word of life. My wish is to bring my neighbor to the bossom of the father. Lets take courage and be the word through the way we interact with our neighbor. Have a blsd month

  • Meerci pour cette parole de vie,c’est encore une occasion qui nous est offerte pour aimer notre frère.

  • Thank you for the Word of Life for July. We immediately start loving our neighbours in a concreat way. If possible please also post the audio copy of this Word of Life

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *