Alejandro, um rastro de luz

“Quando tinha uma chance para dar Alejandro não esperava receber. Tinha uma grande paciência conosco, sabia esperar os nossos tempos para aprender a aprofundar ainda mais a espiritualidade da unidade. Alejandro foi assassinado enquanto fazia um ato de amor, uma visita a seu primo que estava doente no hospital. Foi morto quando estava amando, como todos deveríamos desejar morrer. Perguntei a mim mesmo se sou radical na vida o Evangelho, assim como ele foi. A sua morte é vida, não escuridão; é um empurrão para viver ainda mais radicalmente o nosso ideal, e seguir Jesus até o fim”, afirmou Chava, um de seus amigos.

Sábado, dia 20 de julho, Alejandro recebe, via whatsapp, o costumeiro “passa-palavra” para colocar em prática naquele dia: “Seremos examinados somente pelo amor ao próximo…”, e imediatamente responde a Andreia, a amiga que o havia enviado: “Esta frase é forte e…, sim, você tem razão, nós devemos vivê-la”. Poucos minutos depois estava visitando o primo doente. De repente entram dois assassinos para matar uma pessoa. E também eles, testemunhas incômodas, são mortos.

Para o grupo de Jovens por um Mundo Unido de Torreón (México) – uma localidade marcada pela violência – é um choque, mesmo assim reagem com coragem “para que não se perca a riqueza espiritual” da vida daquele amigo, com quem partilhavam o compromisso em testemunhar a fraternidade e difundir a cultura da não violência.

Alejandro conheceu os jovens dos Focolares em 2011. Logo quis aprofundar mais o ideal que os inspira e decidiu viver a mensagem de Jesus.

A vida dele tornou-se um testemunho do amor de Deus para com os outros, em todas as suas atividades: na família, com os amigos, no trabalho.

“Eu o conheci desde quando entrou nessa aventura conosco – conta Willie -. Ficava impressionado em ver a disponibilidade que tinha para viver logo cada novo aspecto que conhecia da espiritualidade da unidade”.

“O que me marcou na vida dele – diz David – é ver que deixou uma marca em muita gente… e a sua grande sede de Deus”.

“Consideramos o nosso amigo Alejandro um mártir do mundo unido e por isso o seu sangue não é uma tragédia, mas uma benção para todos aqueles que querem unir-se na luta pela paz na nossa região, no nosso país e no mundo”, escreveram os gen de Torreón.

Nestes dias da Jornada Mundial da Juventude, o Papa Francisco encorajou os milhares de jovens presentes a serem radicais na fé. Alejandro com certeza é alguém que não recuou e colocou em prática o convite para “mirar alto”, que Chiara Lubich sempre dirigiu aos jovens. Por isso ele deixou atrás de si um rastro de luz.

13 Comments

  • hola un gran amigo hermano brigadistas aun recuerdo todas las cosa bonitas que nos decía pero tengo mucho en mi mente una que decía quisiera saber que quiere el señor de mi por que cundo me quiero alejar de el mas me sigue y no me suelta de su mano y ahora comprendo que el hacia falta al señor se te extraña ale muchos y simpre are una horacion por ti y tu familia te quiero amigo

  • É, nos dias de hoje precisamos ter muita coragem e fé em Dseus para darmos verdadeiro testemunho de vida.”Não há maior amor do que aqueles que dão a vida pelos seus irmãos”.

  • Que el testimonio de amor radical hasta el martirio de Alejandro sea motivo de esperanza para todos los que tratan de construir un México en paz aún enmedio de una situación de violencia inaudita.

  • Grazie Alejandro per la tua testimonianza. Tu sei partito dalla terra, ma resterai una scia di luce che rischiara il nostro cammino.

  • Verdadero testimonio de AMOR y radicalidad un angel mas en el cielo trabajando por un mundo unido en la tierra..

  • This is really a shining example of a young person so faithful in living God’s words…Viva Alejandro! And pray for us that we may always be faithful in doing God’s will…

  • La sangre del inocente, semilla para nuevos frutos. Deseo y pido par que su testimonio nos dé fuerza para ser auténticos seguidores SUYOS en el AMOR.

  • Un altro dei nostri santi…I martiri di oggi di cui ha parlato anche papa Franceso. Chiediamo anche a lui che ci aiuti a testimoniare ogni momento

  • Desde hoy comienzo a rezar por este hermano nuestro, me motiva a seguir mas radical en el Amar. Desde Venezuela cuenten con mi Unidad y Oraciones.

  • Che testimonianza!
    Sarebbe bello far conoscere subito a papa Francesco la vita di Alejandro; risponde perfettamente al tipo di giovane che lui ci indica anche in questi giorni alla GMG: capace di uscire fuori da sé per amare, pronto a tutto per Dio, che si fida di Dio e del quale Dio si fida.
    Forse avete un modo per fargli arrivare questa notizia…

    • Deixe uma resposta

      O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *