Obrigado, Padre Foresi


Live streaming: live.focolare.org


Pasquale Foresi con Chiara Lubich

Pasquale Foresi com Chiara Lubich

Viveu os últimos anos longe dos holofotes, no seu focolare em Rocca di Papa, junto com alguns dos primeiros focolarinos, companheiros de viagem de sempre: Marco Tecilla, Bruno Venturini, Giorgio Marchetti.

A sua é uma figura muito importante na história dos Focolares: tinha apenas 20 anos quando, em 1949, Chiara Lubich lhe pediu para partilhar a responsabilidade do nascente Movimento.

Chiara Lubich sempre percebeu que Pasquale Foresi tinha um papel especial para o desenvolvimento do Movimento dos Focolares: o da encarnação do carisma da unidade, e por isso o considerava, junto a Igino Giordani, um seu cofundador.

Em 1949, ano em que conheceu Chiara e o Movimento, Pasquale Foresi era um jovem em busca. Havia sentido a vocação ao sacerdócio e frequentava o seminário de Pistoia e o Colégio Capranica, em Roma.

Ele conta: “Estava contente, satisfeito com a minha escolha. Porém, num determinado momento, não tive uma crise de fé, mas simplesmente comecei a ver tudo com outros olhos. (…). Foi nesse período que conheci o Movimento dos Focolares. Nas pessoas que participavam dele notei uma fé absoluta na Igreja católica e, ao mesmo tempo, uma vida evangélica radical. Entendi que aquele era o meu lugar e, muito em breve, a ideia do sacerdócio retornou”.

Tornou-se o primeiro focolarino sacerdote. Depois dele outros focolarinos perceberam este chamado especial, a serviço do Movimento.

Villa Eletto 2Pasquale reconheceu, nos primeiros passos dados por Chiara Lubich e o primeiro grupo que começou com ela, “uma fonte jorrada do Evangelho que irrompeu na Igreja” e, iniciou uma colaboração que o levou a contribuir de forma fundamental para o desenvolvimento do Movimento, como estreito colaborador da fundadora.

Com relação aos principais encargos confiados a ele, o próprio Foresi escreve: “Sendo sacerdote, fui encarregado de manter os primeiros relacionamentos do Movimento dos Focolares com a Santa Sé. Outra função minha, com o passar do tempo, foi a de acompanhar o desenvolvimento do Movimento e colaborar, diretamente com Chiara, na redação dos vários estatutos. Pude também suscitar e seguir obras concretas a serviço do Movimento, como o Centro Mariápolis, para a formação dos membros, em Rocca di Papa, a Mariápolis permanente de Loppiano, a casa editora Città Nuova, em Roma, e outras obras que foram se multiplicando pelo mundo”.

Mas existe ainda outro aspecto característico da sua vida ao lado de Chiara, que talvez represente melhor que os outros a contribuição especial que ele deu ao desenvolvimento do Movimento. Escreveu: “Está na lógica das coisas que cada nova corrente de espiritualidade, todo grande carisma, traga incrementos culturais, em todos os níveis. Se olhamos a história constatamos que isto sempre aconteceu, com reflexos na arquitetura, na arte, nas estruturas eclesiais e sociais, nos vários setores do pensamento humano e especialmente na teologia”.

Várias vezes ele interveio, com a palavra e com a escrita, ao apresentar a teologia do carisma de Chiara na sua dimensão social e espiritual, salientando, com autoridade, a novidade que encerra, seja relativamente à vida que ao pensamento. Das suas páginas brota “uma perspicácia de análise, uma amplitude de visão e um otimismo no futuro, possíveis devido à sabedoria que nasce de uma forte e original experiência carismática, além dos abismos de luz e de amor, de humildade e fidelidade, que somente Deus pode escavar na vida de uma pessoa” (Do prefácio de “Colóquios“, perguntas e respostas sobre a espiritualidade da unidade).

O Movimento dos Focolares no mundo inteiro o recorda com imensa gratidão.

Releases

15 Comments

  • Gracias Chiaretto,
    tu si a Dios en cada momento de tu vida abrió camino impensados en el desarrollo del Movimiento. Especialmente desde que Chiara partió, tu presencia silenciosa, pero presentísima nos ayudó a seguir fieles y unidos en lo único que Dios nos pide: Vivir la unidad para así contribuir en la construcción de la fraternidad universal y dar nuestro aporte para llegar al que todos sean uno. Este es el legado más grande que nos dejas y a este, quiero ser fiel.

  • Nós agradecemos muito ao padre Foresi pelo seu testemunho de vida. Que nós Gen’s- seminaristas e padres do mundo inteiro possamos nos espelhar no padre Foresi para irradiar os seminários, paróquias, dioceses… com a Espiritualidade da Unidade e assim juntos caminharmos à Mariápolis celeste.

  • Da giovane ho fatto parte del Movimento dei focolari ed ho conosciuto la teologia sottesa alla sua spiritualità. Sul piano specificamente umano e relazionale, le cose proclamate e, in verità, anche vissute sono in buona parte positive. Sul piano strettamente teologico e filosofica, siamo di fronte ad un pensiero reazionario, di destra, conservatore che non si sposta di un centimetro dai dogmi e dal catechismo cattolici. Manco minimamente la teologia cattolica si confronta con la modernità …

  • Grazie Chiaretto per la forte presenza di divino che hai irradiato e che ha suscitato in me ogni volta una nuova e più grande unione con Dio e unità con tutti. Mi hai aiutato a capire e vivere meglio il Carisma dell’Unità. Grazie per tutto quello che sei stato per l’Opera accanto a Chiara.

  • Grazie Chiaretto, perché lasci alla Chiesa una testemonianza di come incarnare un Carisma di Dio nel quotidiano, nella semplicitá giornaliere. Ora IL tuo compito si dispiega come mai. Poche volte ci siamo visti, ma In esse tutte c’era sempre quell’amore fine che genera l’Unità richiesta da Gesú fra i suoi. L’Unitá nelle risposte alle mie domande e alle mie lettere, unitá In quel brevissimo e intenso saluto degli ultimi Esercizi spirituali, nel dicembre 2014. Rimaniamo uniti.

  • Grazie! Sei stato nella mia vita un amico, un fratello, un angelo sempre presente. Sono certa che continuerai ad esserlo più di prima. Ci conto!

  • Gracias Chiarretto !! Sin saberlo ayer releía un pedacito de un tema de Chiara que decía “… Pero cuando hice unidad con Chiaretto nació algo totalmente nuevo, : La Obra se encarnaba(…)
    Gracias por tu amor incondicional y tu fidelidad al Carisma que ha generado una infinidad de realizaciones que hoy sostienen la Obra de María . Desde el paraíso junto a Chiara y Foco te pedimos el regalo de la fidelidad y la apertura infita a todos , hasta el ut omnes

  • Grazie, don Foresi ! Dal Paraguay, mi preghiera per te, come umile ringraziamento per tutto cio che ci hai donato,
    La tua sola presenza accanto a Chiara gia ci diceva tanto, facendo il vuoto, parlando solo saggeza, quando lei ti chiedeva di partecipare o ti domandava qualcosa…
    Grazie per i tuoi scritti pieni di luce e il tuo grande lavoro per illuminare l’incarnazione del carisma nello culturale e sociale. Aiutaci a continuare fedele all’Ideale fino alla fine.

  • Grazie Chiaretto, ti sento in Paradiso. Da ragazzo a Loppiano le tue parole mi hanno affascinato. Aiutaci a continuare donando la luce dell’Ideale, e a costruire il Paradiso in terra.

  • Un ‘altra stella ha raggiunto il Paradiso,anche Lui di notte come la mia Enza, , ora immagino e credo che dalla Mariapoli Celeste continueranno a proteggere i nostri passi e consolare la nostra solitudine nel continuare a vivere con più radicalità il carisma di Chiara
    Grazie Chiaretto

  • Grazie Don Foresi perché con tuo amore totalitario, tui silenzi “attivi”, tuo parole sagge, tuo lavoro preciso hai aiutato Chiara, con immensa eficaccia, a edificare il Movimento dei Focolari, che un grande conributo per la Chiesa e il mondo di oggi, ma che per me è stato lo strumento per avere un rapporto con Dio e così trovare il senso della mia vita.

    • La notizia della partita di D. Foresi mi ha dato tanta nostalgia perche non lo verro più, con questi occhi, su questa terra. Ma il fatto che è arrivato, mi da una gioia super, tanta gioia perche ormai ha superato tutte le prove, e va di felicità in felicità, con Chiara, Graziella…
      E non posso non riportare una frase – immaginate nella sua voce, la fermezza. la dolcezza, la sapienza, l’esperienza…la familiarità, e ‘impronta nei presenti – sulla preghiera: «Pregare è entrare a casa»

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *