Férias solidárias “low cost” na Argentina


El Espinal é uma cidade na província de Salta, no norte da Argentina. 35 jovens argentinos e paraguaios, entre os 18 e os 30 anos, marcaram um encontro, de 3 a 11 de janeiro, para fazer umas “férias low-cost juntos, mas com um alto nível de unidade”, como definiram. Aderiram à proposta da Pastoral do Turismo – Programa de Desenvolvimento do Turismo Solidário, desenvolvido na região.

O objetivo era, antes de tudo, viver com a comunidade e com os jovens daquele lugar, partilhando o trabalho nos campos de plantação de fumo, com as colmeias e com as fiandeiras. E também saber enfrentar as dificuldades da vida quotidiana, típicas de uma zona rural: a água fria, a falta de gás, a lama que cobre tudo… Primeiro ponto: deixar de lado o comodismo e os preconceitos.

A Regra de Ouro: “Faze aos outros aquilo que gostarias que fizessem a ti” concentrava em poucas palavras a proposta que os jovens dos Focolares queriam fazer à comunidade. Mas de que modo transmiti-la? Antes de tudo por meio de uma infinidade de gestos simples de amor concreto e depois com um encontro, um cine fórum, um passeio juntos, um momento de relax e ainda comer, dançar e cantar juntos… Mas a mensagem também foi divulgada com uma peça teatral que mostrava como seria El Espinal se todos procurassem viver esta regra simples.

Mas as tais férias também tinham um outro objetivo, um projeto da Pastoral do Turismo, que consiste em ajudar a população do local a reconhecer o próprio potencial turístico. Por este motivo organizaram-se algumas atividades que podem ser transformadas em propostas para os futuros visitantes: tracking ao longo do rio, cavalgadas, passeios de trator, visitas aos lugares mais encantadores e escondidos de El Espinal.

Entre as paisagens empolgantes e de tirar o fôlego, as mudanças bruscas de clima, a chuva, o sol, os animais e os insetos – às vezes não muito desejados – de todos os tipos, todos puderam realmente “sentir a presença viva de Deus e o caloroso abraço da sua criação”. O relacionamento entre os jovens também foi muito enriquecedor. Em poucas palavras, fizeram umas férias diferentes na bela província de Salta, aderindo ao convite do Papa Francisco de viver o Evangelho nas periferias.
Antes de voltar para as suas cidades, trocaram algumas impressões: “Aprendi muitas coisas: a ser feliz com as poucas coisas que tínhamos, a não me lamentar, a viver a regra de ouro. Senti-me muito amada e acolhida. Tudo marcou-me profundamente”. “Foi o melhor modo de começar o ano. Obrigada, voltei a aproximar-me de Deus”. “Vamos embora com o coração repleto de histórias, de vivências, de valores, de vida, luz e alegria. Redescobri que, se vivemos junto pelos outros, todo o resto vem como consequência a mais”.

Também os jovens da localidade quiseram expressar o que viveram: “Vocês são os melhores amigos que encontrei”, “vocês encheram-nos de sorrisos, de alegria e de paz”. Domingas escreveu uma oração que quis partilhar com os outros: “Obrigada, Jesus, porque estás presente aqui e deste-me de presente tantos irmãos. Descobri a tua presença em todos eles. Jesus, ensina-me a sonhar com coisas grandes e belas, coisas que nos dilatam o coração”.

1 Comment

    • Deixe uma resposta

      O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *