O Genfest 2018 na Ásia


Genfest2018Da convicção de querermos reescrever uma nova geografia em que caiam as barreiras e os muros pessoais e planetários, surgiu a ideia de uma marcha mundial dos Gen e Jovens por um Mundo Unido que culminasse na décima primeira edição do Genfest que terá lugar de 6 a 8 de julho de 2018, em Manila (Filipinas).

O programa central acontecerá no World Trade Center Metro Manila, enquanto todos os workshops se realizarão na Universidade De La Salle e outras universidades. O título será BEYOND ALL BORDERS” (Além de todas as fronteiras).

Será, portanto, a Ásia, o continente do futuro e dos jovens, que receberá esta convenção. Segundo os dados do U. S. Census Bureau, o número de jovens com menos de 25 anos, no mundo inteiro, é de 3 mil milhões, dos quais 60% vive na Ásia. Isso significa que quase metade da população asiática (que é superior a 4 milhões) tem idade inferior a 25 anos. «Portanto, só podia realizar-se no nosso continente» – explica Kiara Cariaso, uma filipina da equipe organizadora. «Queremos mostrar ao mundo a rede de projetos, campus, ações de solidariedade, de apoio à legalidade, o não à guerra e aos armamentos, mas também o não à solidão, ao abandono e aos relacionamentos superficiais, que milhares de jovens espalhados pelo mundo estão já levando adiante».

Alepo, Belém, Turinga, Mumbai: o Genfest inicia-se nas periferias do mundo.

«Também desta vez, o Genfest será uma pedra miliar, imprescindível no caminho para um mundo unido – explicam Maria Guaita e Marco De Salvo, da secretaria central GMU – quer para partilhar os esforços de paz e unidade em execução, quer para nos darmos força e coragem uns aos outros. Muitos jovens vivem em territórios de guerra, de conflito e de problemas sociais. É essa a primeira linha que muitos escolheram para dar início à mudança do mundo».

«Estamos em muitas e diferentes frentes: estamos nas periferias, mas ocupamo-nos também de formação, de esporte, se solidariedade – explica Rafael Tronquini, brasileiro, da equipe de marketing do Genfest, que já está em Manila há cinco meses. Queremos estar onde percebemos que existem necessidades ou se ouvem os gritos de socorro da nossa gente, em todas as latitudes. Poderemos resumir o logotipo do Genfest com o lema “less is more” (menos é melhor): os desafios e as barreiras são infinitas, e o que conta é superá-las juntos, avançando em direção à unidade».

No comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *