Com um balanço provisório de 31 vítimas, o enorme incêndio que se propagou na Califórnia atingiu o triste primado da pior fogueira da história do Golden State. Mais de 220 pessoas resultam desaparecidas. O principal dos incêndios, o que se propagou no Norte da capital Sacramento, ainda está, em parte, fora de controle. Nesta região da Sierra Nevada a devastação é gravíssima: a cidadezinha de Paradise, 27 mil habitantes, foi dizimada pelas chamas, com um tributo altíssimo de vítimas, pelo menos 14. Mais ao sul, entre o condado de Los Angeles e o de Ventura, quem está devastando são outras duas frentes de fogo, de dimensões mais reduzidas. No total, de norte a sul do país, os desabrigados são mais de 300 mil. Nas áreas mais atingidas, a cena se apresenta fantasmagórica, com bosques e povoados reduzidos a montes de cinzas, e as poucas regiões poupadas pelo fogo, completamente desertas. Os fortes ventos, com até mais de 110 quilômetros horários, geram tanto espetaculares quanto devastadores “fire tornado”, tornados de fogo que reduzem a cinzas tudo por onde passam. O enésimo dos desastres ambientais, que infelizmente se sucedem no mundo inteiro, causados pelas mudanças climáticas, mas também pela falta de cuidados para com o meio ambiente.

No comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.