Adolescentes unidos para dizer não ao bulling


O projeto “Why fai il bullo?” (Por que você faz bulling?) forma os adolescentes para que ajudem os seus colegas a enfrentar este fenomeno com ações e prevenção a partir das suas causas.

Uma prevaricação sistemática, com ofensas e abusos realizados por adolescentes em relação aos seus pares. Isso é o bulling, um fenômeno desenfreado entre os adolescentes, tanto em nível pessoal como através da Web. O fenômeno envolve as vítimas e grupos de amigos que muitas vezes assistem o que acontece amendontrados ou cúmplices. O que fazer? Um projeto da associação bNET, líder da “Rede Projeto Paz”, uma rede internacional de escolas, entidades e associações que colaboram para promover uma cultura de paz, acredita na responsabilização dos jovens: que sejam eles mesmos, adequadamente preparados, a ajudar os seus colegas a saírem do bulling. Conversamos sobre o argumento com o Presidente da associação, Marco Provenzale.

– O que é o projeto “Why fai il bullo” (Por que você faz bulling)? Cada episódio de bulling nasce de um conflito. Nós acreditamos que a melhor estrada para resolver este fenômeno é fazer com que as crianças entendam a sua origem e dar-lhe os instrumentos para compreender e solucionar os conflitos entre os colegas. O centro do projeto é a criação de um grupo de estudantes em cada escola, o “Grupo de Mediação entre colegas”, no qual os adolescentes adquirem habilidades para a gestão e a resolução dos conflitos. Os jovens, preparados através de lições e jogos de papéis, tornam-se capazes não apenas de resolver, mas também de prevenir, os conflitos, reconhecendo na vida quotidiana da classe o surgimento de situações de perigo em potencial antes que degenerem em tensões mais graves. O Grupo oferece também um serviço de mediação num “sportello” concordado com cada escola. Trabalhamos com adolescentes de 1 a 15 anos. Trata-se de um projeto europeu, que nasceu em 2015 após a participação de algumas associações ao anúncio “Joining Forces to Combat Cyber Bullying in School” (“Unindo forças para combater o cyberbullying na escola”), que poderia ser implementado em outros países.

– O projeto também prevê atividades paralelas? Sim, através de encontros formativos mensais e eventos anuais entre os quais uma viagem intercultural e humanitária. Também são previstos momentos de formação para professores e pais. Consideramos que esta co-participação entre associação, escola e famílias seja um dos valores da iniciativa.

– O projeto é promovido pela associação bNET, líder da “Rede Projeto Paz”, quais são os objetivos dessa Rede? A “Rede Projeto Paz” há quase 30 anos realiza programas de formação integral para jovens e favorece a colaboração entre institutos escolares e associações, em nível local e internacional. Os objetivos são: desenvolver a reflexão dos jovens sobre temas de atualidade, promover experiências de voluntariado, valorizar os talentos artísticos e expressivos, as capacidades de lideranças e as habilidades tecnológicas também no uso positivo dos meios de comunicação.

Para mais informações visite o site www.reteprogettopace.it ou escrevar para direttivo@reteprogettopace.it.

Anna Lisa Innocenti

2 Comments

  • Gostaria de conhecer mais este projeto para trazê-lo tb para o Brasil…sou do Movimento dos Focolares,Caxias do Sul RS região Sul

    • Deixe uma resposta

      O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *