É necessário o Sol se pôr para que se vejam as estrelas.


 

O sofrimento é mestre de sabedoria. Esta é a convicção que Chiara Lubich expressa na seguinte reflexão. É preciso aproximar-nos daqueles que sofrem não apenas com compaixão, mas com uma atitude de reverência e escuta.

É preciso que o Sol se ponha

Por que alguns homens, sem conhecimento das ciências, inclusive ciências religiosas, tornaram-se santos tendo como único livro o Crucificado?

Porque não se limitaram a contemplá-lo, ou a venerá-lo e a beijar-lhe as chagas, mas procuraram revivê-lo em si mesmos. E quem sofre e está na escuridão enxerga mais longe do que quem não sofre, exatamente como é necessário o Sol se pôr para que se vejam as estrelas.

O sofrimento ensina aquilo que não se pode aprender de nenhuma outra maneira. Ele ocupa a mais alta cátedra. É mestre de sabedoria e quem possui a sabedoria é bem-aventurado (cf. Provérbios 3,13). “Bem-aventurados os aflitos, porque serão consolados” (Mateus 5,5), não só com o prêmio na outra vida, mas também com a contemplação de realidades celestes já na terra.

É preciso aproximar-se de quem sofre com aquela reverência – e até mais – com que outrora nos aproximávamos dos anciãos, quando deles esperávamos a sabedoria.

Chiara Lubich

Chiara Lubich, É preciso que o Sol se ponha – Ideal e Luz, Editora Cidade Nova – São Paulo 2003, pag. 100.

5 Comments

  • Chiara è stata la mia maestra spirituale ed umana fin dalla mia giovinezza ed oggi continua ad guidarmi sul cammino della vita passo dopo passo. Al Lei, che con il suo “Sì” a Dio è stata il veicolo di tanto amore, sapienza e gioia di vivere.
    Grazie di tutto e per tutto !

  • Chiara riesce sempre a stupirmi! Penso che anche per chi non crede in Dio la sofferenza sia una maestra di vita perché fa come uno strofinaccio con la polvere sopra un mobile. Certo è che per chi crede e la sa accettare e prendere dalle mani stesse di Dio, la sofferenza spalanca una voragine di sapienza e costui comincia a vedere chiaramente sia le cose della sua vita sia quelle di chi gli sta intorno. E gli viene spontaneo dar lode a Dio e ringraziarlo per tale predilezione.

  • This wisdom is being experienced by many Filipinos who have suffered and are still suffering from the social ills and tragedies from injustice, calamities etc. And they say may awa ang diyos (God has mercy on us). Many of them believe that God will not abandon them.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *