Movimento dos focolares recebe premio internacional por seu compromisso ambiental


O Movimento dos Focolares recebeu hoje o prêmio internacional “Eu faço a minha parte” da Academia Kronos, pelo seu compromisso em favor do planeta por intermédio de EcoOne, iniciativa ambiental do Movimento. Entre os premiados nesta edição 2020, também o Papa Francisco e, póstumo, o explorador e antropólogo norueguês, Thor Heyerdahl.

Uma antiga fábula africana narra que, durante um incêndio na floresta, um colibri, o menor dos pássaros, voava em direção ao fogo enquanto todos os outros animais fugiam. Quando o leão lhe perguntou o que estava fazendo, o colibri, mostrando uma gota d’água em seu bico, respondeu: “Eu faço a minha parte!”. Foi dessa estória que o prêmio internacional, já na sua quarta edição, tomou o nome, e a Academia Kronos o entrega todo ano, a pessoas, entidades e países que demonstraram ter “feito a sua parte” para proteger o ambiente e o clima terrestre.

Entre os oito premiados neste ano está também EcoOne, a iniciativa internacional do Movimento dos Focolares, promovida por uma rede de professores, acadêmicos, pesquisadores e profissionais que atuam nas ciências ambientais, e se esforçam para enriquecer o próprio conhecimento cientifico com uma profunda leitura humanística dos problemas ecológicos contemporâneos (www.ecoone.org).

Por causa da pandemia, não foi possível entregar os prêmios, como previsto, na Sala da Promoteca Del Campidoglio de Roma (Itália). A entrega ao Movimento dos Focolares aconteceu hoje, 26 de novembro de 2020, na sede internacional do Movimento, em Rocca di Papa (Roma-Itália), por parte de Vincenzo Avalle, membro da direção nacional da Academia Kronos, acompanhado por Armando Bruni, coordenador da Academia no Centro Itália, e por três guardas ambientais. Em nome do Movimento dos Focolares, o professor Luca Fiorani, presidente de EcoOne, recebeu a escultura de um colibri, realizada em material metálico reciclado, do artista Renato Mancini, e o diploma de conferência do prêmio.

“Este prêmio deseja dar um estímulo, uma motivação a todos os que se comprometem pela proteção ambiental – explicou Vincenzo Avalle -. Tocou-me muito a abrangente atividade do Movimento dos Focolares pelo ambiente, como se manifesta em EcoOne, apoiada pela ciência e pela interação com a política”.

“Vejo uma grande sinergia entre nós, Academia Kronos e Movimento dos Focolares/EcoOne – explicou Fiorani ao receber o prêmio – porque somos complementares: Kronos parte da ação, EcoOne parte da reflexão. Precisamos uns dos outros. Enquanto Movimento dos Focolares podemos contribuir em diferentes âmbitos de aprofundamento cultural. Salientamos a economia e a política, que são decisivos para o ambiente. E podemos oferecer inclusive a nossa dimensão internacional”. “Vejo – acrescentou – uma possiblidade de cooperação, de sinergia muito forte. Existe uma galáxia de entidades que trabalham pelo ambiente. Penso que chegou o momento no qual todas essas organizações devem colaborar”.

A Academia Kronos (www.accademiakronos.it) é a continuação e herdeira espiritual de uma das primeiras organizações ambientais, a “Kronos 1991”. Com cerca de 10 mil sócios na Itália, e sedes e referências internacionais, trabalha pela defesa do ambiente e da qualidade de vida. Em colaboração com institutos científicos e universidades, Kronos oferece um curso de graduação em “Educador e Divulgador ambiental”, e dois cursos de mestrado em “Saúde e Ambiente”, e apoia um corpo de vigilância para a prevenção e a informação ambiental. Mas, principalmente, convidas as pessoas, no mundo inteiro, a “fazerem a própria parte” para salvaguardar o ambiente.

Joachim Schwind

8 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *