Festa da Europa, por uma cultura da reciprocidade


São 22 anos que “Juntos pela Europa” reúne mais de 300 Comunidades e Movimentos cristãos, de várias Igrejas – entre estes o Movimento dos Focolares – difundidos em todo o continente. De 7 a 9 de maio deste ano haverá também a realização de muitos eventos.

Domingo, 9 de maio, celebra-se a Festa da Europa, um encontro que deseja evidenciar como a paz e a unidade são valores irrenunciáveis do continente europeu. A data marca o aniversário da histórica declaração de Schuman, publicada em 1950, por ocasião do discurso do parlamentar francês, um dos “pais” da constituição da União Europeia.

É neste contexto que está inserida a iniciativa de “Juntos pela Europa”, uma realidade que há 22 anos reúne mais de 300 comunidades e movimentos cristãos – entre estes o Movimento dos Focolares – difundidos em todo o continente, de várias Igrejas. “Juntos pela Europa” deseja responder à exigência de uma “cultura da reciprocidade”, na qual indivíduos e povos diferentes possam acolher um ao outro, conhecer-se, reconciliar-se, aprender a estimar-se e apoiar-se mutuamente. Nestes anos foram realizados grandes eventos europeus, em 2004 e 2007 em Stuttgart (Alemanha); em 2012, em 152 cidades do continente simultaneamente, com centro em Bruxelas (Bélgica); em 2016 numa praça central de Mônaco da Baviera (Alemanha).

De 7 a 9 de maio de 2021, “Juntos pela Europa” realizará uma série de eventos que terão lugar na Áustria, Croácia, Eslováquia, Eslovênia, Hungria, França, Alemanha, Bélgica, República Tcheca, Suíça e Itália.

Entre as diferentes ações, no dia 9 de maio haverá a oração europeia intitulada “My Europe: 45 minutos pela Europa”, quando os jovens se reunirão virtualmente e animarão um evento com música, breves reflexões e grupos de oração (em inglês). E ainda, jovens e adultos juntos, de vários países europeus, mostrarão pequenos vídeos-clip para explicar a própria visão de uma Europa unida.

Na Bélgica, na Capela pela Europa, em Bruxelas, vários movimentos de “Juntos pela Europa” estão preparando um evento para o dia 8 de maio, das 16 às 17:30 (hora local), transmitido online, com o tema “unidade e reconciliação”.

Sempre no dia 8, os jovens dos Focolares, celebrando a Semana Mundo Unido que este ano tem como tema “Dare to care” – “Ousar cuidar” – farão uma webinar analisando as raízes cristãs do “cuidado”, com a presença do canônico John McLuckie, reitor da Igreja Episcopaliana Escocesa e 14 jovens de várias comunidades, de 7 países europeus.

Na Itália haverá um interessante simpósio online, “Pela Terra e pelo Homem”, para explorar a ligação entre a ecologia integral e a economia solidária, como contribuição para construção da “casa comum”.

O grupo austríaco, partindo de Graz, entrará em rede com a Croácia, a Eslováquia, a Hungria e a Itália para aumentar o conhecimento mútuo e aprofundar temas comuns a todos.

Na conferência que acontecerá na França, o Presidente da Fundação “Robert Schuman”, Jean-Dominique Giuliani, falará sobre o tema “Europa: quais motivos para ter esperança?”.

Como nasceu a ideia do Dia da Europa? Onde está a ‘alma’ da Europa? O que a Europa nos diz hoje? Estes serão argumentos discutidos em uma sessão vídeo, na Holanda, junto com outros assuntos, no dia 9 de maio.

E ainda, Alemanha, República Tcheca e Suíça estarão juntas em vários eventos, com outras iniciativas para festejar a Europa.

O desejo é recolher os desafios importantes do continente europeu, para colocar em ação os carismas das Comunidades e Movimentos, para o bem da humanidade, com uma multiplicidade de iniciativas em favor da reconciliação e da paz, da proteção da vida e da criação, de uma economia équa, da solidariedade com os pobres e marginalizados, da família, do bem das cidades e da fraternidade no continente europeu.

Lorenzo Russo

 

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *