Unidade dos cristãos hoje: “amai-vos como eu vos amei”


Congresso internacional online, 28-29 de maio de 2021 – 8:30 às 12 horas (horário de Brasília)

60 anos de diálogo entre cristãos de várias Igrejas: a contribuição do Movimento dos Focolares para a unidade dos cristãos, gerando acolhida, justiça e paz entre comunidades e povos. O congresso aprofundará o “diálogo da vida” que brota da proximidade e da partilha entre cristãos de Igrejas diferentes.

Participarão:
Card. Kurt Koch, Presidente do Pontifício Conselho para a promoção da unidade dos cristãos (Vaticano);
Margaret Karram, Presidente do Movimento dos Focolares;
Rev. Prof. Dr. Ioan Sauca, Secretário geral ad interim do Conselho Mundial de Igrejas (Suíça);
Prof. Dr. Piero Coda, Instituto Universitário Sophia (Itália);
Prof. Dr. Stefan Tobler, Universidade Sibiu (Romênia);
Prof. Dr. Mervat Kelly, Pontifícia Universidade Lateranense (Itália);
Juan Usma, Pontifício Conselho para a promoção da unidade dos cristãos (Vaticano);
Pastor Giovanni Traettino, Fundador da Igreja Evangélica da Reconciliação (Itália);
Pastor Joe Tosini, Fundador do Movimento John 17 (Estados Unidos);
Rev. Dr. Jesùs Moran, Copresidente do Movimento dos Focolares

“Concentrando-se na espiritualidade da unidade, Chiara Lubich teve um impacto profundo sobre o movimento ecumênico, deu uma contribuição significativa para alimentar relacionamentos autênticos entre Igrejas e diferentes tradições cristãs”. São palavras de Olaf Fykse Tveit, ex-secretário geral do Conselho Mundial de Igrejas. São milhares os cristãos que se reconhecem no carisma de Chiara Lubich e na primazia da palavra evangélica na qual Jesus reza ao Pai: “Que todos sejam uma coisa só” (Cf. Jo. 17,21). “Unidade” é a palavra chave do carisma do Movimento dos Focolares e também do caminho de diálogo que este está atuando; um caminho que não anula as diversidades, mas que sabe reconhecer, precisamente nelas, uma riqueza.

Promovido pelo Movimento dos Focolares e intitulado “Amai-vos como eu vos amei” (Cf. Jo 15,13), o congresso que acontecerá nos próximos dias 28 e 29 de maio, online, não podia chegar em um momento mais propício, no qual guerras e conflitos reacendidos – além da chaga da desigualdade social agravada pela pandemia – pedem uma contribuição pessoal e global para curar as fraturas e feridas que a humanidade enfrenta hoje.

O congresso terá um dúplice foco: serão aprofundados, o “diálogo da vida” – o extraordinário ponto de vista sobre o qual, em 1961, Chiara Lubich começou a percorrer um caminho de comunhão com cristãos de várias Igrejas – e a troca de “dons espirituais”.

O “diálogo da vida” ou “diálogo do povo”, como também foi definido por Chiara Lubich, não se contrapõe ao realizado pelos responsáveis das Igrejas, mas o acompanha e testemunha. São os próprios cristãos que vivem, atuam e trabalham juntos na quotidianidade e, mergulhados nos desafios da história, alimentam um clima de confiança mútua, estima e respeito, que derruba barreiras e preconceitos seculares.

Serão muitos os depoimentos sobre este diálogo que irão enriquecer o congresso, como o de Lina, católica, e Roberto, da Igreja Pentecostal, ambos de Agrigento (Itália), que trabalham em um projeto comum de solidariedade em sua cidade, baseado no Evangelho, valorizando o que une e não o que divide. Ou o testemunho das Filipinas, onde cristãos de muitas Igrejas colaboram para aliviar situações de emergência, descobrindo-as como ocasiões para caminhar, trabalhar e orar juntos.

Nicole é da Igreja grega-ortodoxa e Garo da Igreja ortodoxa armênia, são libaneses e colaboram com a Federação Mundial dos Estudantes Cristãos (WSCF), presente em todos os países do Oriente Médio. Do trabalho deles está nascendo uma rede de relações que cria comunhão, “e dela – explicam Nicole e Garo – nós precisamos muito nos nossos países”.

O Congresso internacional acontece no 60º aniversário do Centro “Uno” para a unidade dos cristãos, a secretaria para o diálogo entre cristãos de diferentes Igrejas, fundado por Chiara Lubich em 26 de maio de 1961.

Acontecerá de 8:30 às 12 horas (hora de Brasília), será transmitido do Centro Mariápolis de Castelgandolfo (Roma, Itália) e traduzido em 20 línguas.

Para acompanhar o evento: http://live.focolare.org

o convite em PDF

Stefania Tanesini

 

No comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *