O novo clipe do Gen Verde: “Chi piange per te?”


Em 2013, depois do enésimo naufrágio trágico de uma embarcação de migrantes no mar Mediterrâneo, o Gen Verde compôs uma música inspirada na história verdadeira de uma menina que estava entre as vítimas. Hoje, depois de anos, as migrações problemáticas ainda são uma realidade atual e dramática. Por isso, o Gen Verde traz de volta essa canção com um clipe inédito.

 “Quando alguém sofre, é da nossa conta, sim. Nunca permita que a indiferença prevaleça, mas tenha a coragem de chorar diante da dor e a capacidade de cuidar dos outros.” Essa é a mensagem que o Gen Verde, conjunto musical internacional, quer dar por meio do novo clipe inédito lançado no dia 9 de maio de 2021 com as notas da canção “Chi piange per te?” (“Quem chora por você”, em tradução livre).

Essa música é sobre a história verdadeira de uma menina migrante que faleceu em um dos tantos naufrágios no mar Mediterrâneo. O corpo dela estava estendido em um hangar da ilha de Lampedusa (Itália). Juntamente com a dela, 368 migrantes perderam a vida. Era 3 de outubro de 2013. Uma das tantas tragédias no mar Mediterrâneo que já se veem há muitos anos.

Como aquela entre os dias 21 e 22 de abril de 2021, em que 130 migrantes em um barco inflável, entre ondas altas com mais de seis metros, fugiam dos horrores vividos na Líbia. E justamente ali, no mar aberto da Líbia, gritando socorro pelo telefone de alarme durante dois dias, não encontraram ajuda. Deixaram essas 130 pessoas se afogarem. Foi a enésima tragédia nesse cemitério no fundo do mar Mediterrâneo.

“Caímos na globalização da indiferença. Nós nos acostumamos com o sofrimento dos outros, não tem a ver conosco, não nos interessa, não é da nossa conta!”, disse o papa Francisco após o naufrágio de outubro de 2013.

“Depois de ter composto a faixa ‘Chi piange per te?’”, conta a banda internacional Gen Verde, “percebemos que para muitas pessoas foi uma ajuda para mudar a perspectiva e reacender aquela chaminha de ternura e solidariedade que todos carregamos dentro de nós. Por isso, por essa demanda”, explicam, “reapresentamos a canção com um clipe inédito que esperamos que ajude a se colocar no lugar de quem sofre. Porque se despertarmos a consciência de que aquelas vítimas das ondas são realmente nossos irmãos e irmãs de quem devemos cuidar, o nosso modo de pensar e agir também mudará. Assim, não são mais ‘os outros’, mas um só ‘nós’ cada vez maior, que chegará a incluir todos”.

Lorenzo Russo

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *