Trabalhar junto com o movimento Laudato Si’

LAudato si movement

O Movimento dos Focolares firmou uma parceria com o Movimento Laudato Si’ pelo cuidado com a Criação. É uma sinergia muito forte para melhorar a nossa casa comum, como conta o diretor executivo Tomas Insua

No dia 4 de outubro se conclui o “Tempo da Criação”, iniciativa de oração e ações concretas para salvaguardar e proteger a nossa casa comum, que ocorre todos os anos de 1º de setembro a 4 de outubro.

Também haverá o apelo de 46 líderes religiosos de todo o mundo – entre eles, o papa Francisco – para uma ação concreta com relação às mudanças climáticas por meio do lançamento da iniciativa mundial “Faith Plans for People and Planet”, do qual o Movimento dos Focolares participa.

Falamos com Tomas Insua, diretor executivo do Movimento Laudato Si’, uma rede mundial de associações e movimentos que trabalham juntos pela ecologia e o meio ambiente.

Qual é o percurso sinodal que o Movimento Laudato Si’ pretende conduzir em direção à mudança ecológica? Antes vocês se chamavam “Movimento católico global pelo clima”, por que mudaram de nome?

O Movimento Laudato Si’ é uma realidade nova na vida da Igreja. Foi fundado há apenas seis anos, em 2015, um pouco antes do lançamento da encíclica Laudato Si’ do papa Francisco. O nome “Movimento católico mundial pelo clima” era muito longo, e nem todas as pessoas se lembravam dele. Além disso, a crise climática, que continuará sendo a prioridade para o Movimento, não é nosso único caminho. Nos últimos anos, por exemplo, começamos a trabalhar também na crise da biodiversidade e em outras coisas.

Então, começou um percurso sinodal, de discernimento e diálogo entre as diversas realidades que compõem o Movimento – entre as quais o Movimento dos Focolares – e, depois de dois anos de trabalho, veio a ideia do nome novo, Movimento Laudato Si’, porque a Encíclica do papa Francisco e seu conteúdo estão no cerne de tudo o que fazemos.

Quais são os planos de vocês para o futuro?

Entre os vários projetos, o mais a curto prazo é a petição “Planeta saudável, pessoas saudáveis”. É importante assiná-la, porque de 1º a 12 de novembro de 2021 haverá o grande encontro sobre o clima da ONU (COP26) que acontecerá em Glasgow (Reino Unido). Os líderes mundiais podem fixar objetivos significativos para proteger a criação. É nossa responsabilidade fazer com que escutem a voz dos mais vulneráveis e nos mobilizarmos em nome deles.

Neste “Tempo da Criação” foi maravilhoso ver quantas atividades foram desenvolvidas e ainda estão em andamento a nível local, girando pelo mundo, graças aos círculos Laudato Si’.

É um sinal de esperança que começa embaixo e se move, crescendo com a consciência da crise da nossa casa comum, mas também com o desejo de fazer alguma coisa.

No dia 26 de agosto de 2021, você encontrou a presidente do Movimento dos Focolares, Margaret Karram. O que esse encontro significou para você e como o Movimento dos Focolares pode interagir no Movimento de vocês?

O encontro com Margaret foi belíssimo. Eu estava com a nossa presidente, Lorna Gold. Para mim, foi estupendo conhecer a realidade dos Focolares. O que gostei foi o paralelismo entre os dois movimentos. Obviamente, o Movimento dos Focolares é muito maior e tem vários anos a mais de vida. Nós somos uma realidade muito jovem, mas, em alguns aspectos, somos similares ao Movimento dos Focolares, como, por exemplo, no empenho em promover o diálogo entre as diversas Igrejas e o diálogo entre as grandes religiões.

De fato, entre nós, do Movimento Laudato Si’, há aqueles que vivem a fé católica, mas ao mesmo tempo, temos animadores pertencentes a várias Igrejas e diversas religiões. Aprender com a experiência do diálogo do Movimento dos Focolares é um dom maravilhoso.

Lorenzo Russo

1 Comment

  • L’amore verso il creato è unito all’amore del Creatore ..Noi..come realtà focolarini.. stiamo provvedendo a migliorare ,innanzitutto,la mentalità del nostro piccolo paese ..Un paese dove ancora fa fatica a cambiare modo di vedere le cose.Ci sforziamo ..con pazienza e amore reciproco per un futuro migliore.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *