Chiara Lubich e a família

14 de março de 2017

Chiara-Lubich-a-Loppiano_02-a
Chiara Lubich a Loppiano – © CSC Audiovisivi – Archivio

No próximo dia 14 de março, será o 9º aniversário da morte de Chiara Lubich. O tema escolhido é a família, com a perspectiva das amplas dinâmicas do Sínodo dos bispos e da exortação apostólica pós-sinodal Amoris laetitia do papa Francisco.

Chiara via a família como “semente de comunhão para a humanidade do terceiro milênio”, como disse na sua mensagem no Familyfest de 1993, fazendo votos de que “os valores intrínsecos – a gratuidade, o espírito de serviço, a reciprocidade – podem ser transferidos à toda família humana”. É deste modo que podem-se ler as iniciativas que se realizam ao longo de 2017 em vários países do mundo.

Um evento em escala mundial ocorrerá na cidadela de Loppiano, Florença, de 10 a 12 de março de 2017, com a participação de famílias provenientes dos cinco continentes. Direta streaming sabado 11, das 16:00 ás 18:30.

Todo ano, o aniversário da morte de Chiara Lubich é, para as comunidades dos Focolares no mundo, uma ocasião de encontro, festa, testemunho e empenho renovado. Portanto, também 2017 vê os encontros multiplicarem-se, de Cingapura a Vilnius (Lituânia), de Sydney (Austrália) a Houston (EUA), de Manaus (Brasil) a Bujumbura (Burundi). Um tipo de constelação que literalmente abraça o mundo e recorda a mensagem de Chiara: “Sejam uma família”.

Comunicado de imprensa – 03/03/2017

Comunicado de imprensa – 12/03/2017

Dossiê “Chiara Lubich às famílias”

Dossiê “50 anos do setor Família Novas do Movimento dos Focolares”

Programa em Loppiano – 10-12/03/2017 (inglês e italiano)

Intervenção de Maria Voce – Loopiano, 11/03/2017

 

Atualizado em 12 de março de 2017

Serviço de Informação dos Focolares (SIF)

Uma economia para contribuir na erradicação da pobreza

1 a 5 de fevereiro de 2017

Sábado, 4 de fevereiro, o papa Francisco encontrará 1100 protagonistas da Economia de Comunhão, provenientes de 49 países

focus_10Economia de Comunhão, como outras iniciativas econômicas, pode ser considerada um sinal profético. Iniciou em 1991, como reação à situação escandalosa das favelas que circundam a cidade de São Paulo. Chiara Lubich convidou um grupo de empresários a fundar empresas que, seguindo as leis do mercado, produzam renda “a ser colocada livremente em comunhão”. Com este objetivo: soerguer os pobres, oferecer emprego, promover a cultura do dar, em alternativa à cultura do ter.

Desde então se passaram 25 anos. Sábado, 4 de fevereiro de 2017, o papa Francisco, na Sala Paulo VI, encontrará 1100 protagonistas da Economia de Comunhão (EdC), na  maioria empresárias e empresários, que escolheram a economia como estilo de vida pessoal e empresarial. Com eles muitos jovens, pesquisadores e professores que, por meio dos estudos e da atividade acadêmica querem dar um fundamento teórico ao binômio economia-comunhão.

Comunicado – 30/02/2017

Comunicado – 04/02/2017

Discurso do Papa Francisco

Dossier – A Economia de Comunhão

Dossier – O nascimento da Economia de Comunhão

Dossier – Reconhecimentos a Chiara Lubich sobre a Economia de Comunhão

 

Atualizado em 11 de fevereiro de 2017

Serviço de Informação dos Focolares (SIF)

 

Os 50 anos do Movimento dos Focolares entre o povo Bangwa de Camarões

14 a 17 de dezembro de 2016

DSC3183-olswc_orgEm 1966 chegaram a Fontem os primeiros focolarinos médicos. Responder a emergência em que se encontrava o povo Bangwa se tornou uma prioridade para todos do Movimento dos Focolares.

Na conclusão deste ano jubilar, de 14 a 17 de dezembro de 2016, haverá a celebração solene dos 50 anos, em cuja preparação o Fon e os responsáveis das instituições se envolveram ativamente.

No programa do jubileu está o colégio Our Lady Seat of Wisdom, que, com 500 alunos por ano, está entre os cinco melhores institutos pré-universitários no sistema de língua inglesa de Camarões; testemunho sobre a vida e o trabalho dos Focolares em Fontem; uma Conferência Internacional sobre o diálogo inter-religioso entre cristianismo e religião tradicional africana, na experiência dos últimos 50 anos entre o povo Bangwa.

Comunicado de imprensa – 12/12/2016

Programa (inglês)

Carta do mons. Andrew Nkea, bispo de Mamfe (inglês)

“Christian testimony in the face of African Traditional Religion”, by Bishop Andrew Nkea

 

Atualizado em 15 de dezembro de 2016

Serviço de Informação dos Focolares (SIF)

Página 1 de 4112345...102030...Última »