2007-2017: dez anos de Sophia

O Instituto Universitário Sophia, fundado por Chiara Lubich, inicia o ano letivo com a inauguração de um novo centro de pesquisa

503af540-d27d-4da4-88f9-d37f862ad876_0O Instituto Universitário Sophia, desejado por Chiara Lubich para “ensinar a Sabedoria”, completa dez anos. Segundo Piero Coda, reitor do Instituto, é essa tarefa que orienta a vida deste “lugar no qual a sabedoria divina e a pesquisa humana do saber tornam-se uma só coisa.” “Sophia é uma ideia inovadora de universidade, caracterizada por uma grande variedade interdisciplinar e de encontro dos saberes.” Após dez anos, do seu início até hoje, se formaram 126 alunos e foram 15 os que concluíram o doutorado neste Instituto – prossegue Coda – “e aqui adquiriram os instrumentos para interpretar a atualidade e agir sendo protagonistas em um mundo plural e complexo que necessita de pessoas capazes de dialogar.”

No dia 24 de outubro, às 17h00minh, haverá a inauguração do ano letivo 2017-2018, no Auditório do Centro Internacional de Loppiano (Florença), com a presença do grão-chanceler do Instituto, cardeal Giuseppe Betori, da vice-grão-chanceler Maria Voce, do corpo docente e dos funcionários de Sophia. Participarão como convidados especiais, entre outros, Dom Vincenzo Zani, professor Stefano Zamagni, professor Vincenzo Buonomo, Pasquale Ferrara, embaixador e o Dr. Adnane Mokrani.

Na manhã do mesmo dia, às 09h00minh, no Salão Nobre do Instituto Sophia, haverá a inauguração de Sophia Global Studies, o novo centro de pesquisa, formação e diálogo. Este centro é destinado a formar líderes capazes de lidar com os desafios globais e terão os instrumentos necessários para promover o diálogo e a paz. Paolo Frizzi, coordenador acadêmico do Centro, afirma: “A complexidade do mundo de hoje solicita perspectivas integradas e unificadas e tem como objetivo tornar-se um ponto de referência no campo dos estudos globais, especialmente colocando-se em diálogo os meios e as competências que derivam das várias disciplinas.”

Sophia Global Studies

Saudação de Maria Voce

 

Serviço de Informação dos Focolares (SIF)

Movimento Paroquial, 50 anos de história e uma paixão pela Igreja

Em Vallo Torinese, Itália, a 8 de outubro de 2017, uma jornada para celebrar este aniversário

foto-finale-a-Vallo-050116No dia 8 de outubro, comemoração do 50º aniversário desta fundação, realiza-se em Vallo Torinese – uma das primeiras paróquias que acolheu este modo de viver – uma jornada aberta a todos, promovida por jovens e adultos, com o título “50 anos de história e uma paixão pela Igreja.”

Duas testemunhas desta história darão a própria contribuição: o cardeal João Bráz de Aviz, prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica fará uma palestra cujo título é “Das periferias do mundo ao Vaticano”. E também dom Giuseppe Petrocchi, arcebispo de Aquila falará sobre “A vocação do Movimento Paroquial à luz da Iuvenescit Ecclesia.” A jornada se realizará no Centro Mariápolis Maria Orsola, assim denominado em homenagem à jovem de 16 anos de Vallo Torinese, que morreu improvisamente em 1970, recentemente declarada venerável por decreto da Congregação para as Causas dos Santos.

 

Comunicado (06/10/2017)

Mensagem do Arcebispo Cesare Nosiglia

Mensagem de Maria Voce

 

Serviço de Informação dos Focolares (SIF)

 

 

Caminhando Juntos. Cristãos em direção à unidade

Uma Semana Ecumênica promovida pelo Focolare, de 9 a 13 de maio de 2017, em Castelgandolfo (Roma), com a participação de cerca 700 cristãos de 70 Igrejas e Comunidades Eclesiais.

Atenágoras I e Chiara Lubich
Atenágoras I e Chiara Lubich

A unidade entre as Igrejas necessita de heróis, heróis na fé, heróis diante da história, tem necessidade de heróis na espiritualidade que têm um espírito humilde”, são palavras do Papa Tawadros II, em Alexandria, no Egito, por ocasião da primeira jornada da amizade da Igreja Copta Ortodoxa e a Igreja Católica, realizada em 2015.

Essas palavras encontraram ressonância, no discurso do Papa Francisco, durante a sua recente viagem ao Cairo: “Diante do Senhor, que nos deseja ‘perfeitos na unidade’, não é mais possível esconder-nos nos pretextos de divergências interpretativas e nem mesmo esconder-nos atrás de séculos de história e de tradições que nos distanciaram e nos tornaram desconhecidos”, e invoca a “comunhão já efetiva que cresce a cada dia”, os frutos misteriosos e sempre atuais de “um verdadeiro e real ecumenismo de sangue”, a importância de “um ecumenismo que se constrói na caminhada… Não existe um ecumenismo estático.

Esta é também a convicção de cristãos de muitas Igrejas, que vivem a espiritualidade da unidade do Focolare, fundamentados em uma experiência que prossegue há décadas.

E na atual corrente ecumênica – na qual, em primeiro lugar, estão os gestos, as palavras e as declarações assinadas por responsáveis das Igrejas, mas, também, iniciativas de cristãos em diversas regiões do globo – se insere a 59ª Semana Ecumênica (Castel Gandolfo, Roma, 9/13 de maio de 2017), que reunirá cerca 700 cristãos e 70 Igrejas e Comunidades Eclesiais, provenientes de 40 países.

Comunicado de imprensa 04/05/2017

Programa

 

Mensagem do Patriarca Ecumênico Bartolomeu

Mensagem do Cardeal Kurt Koch, Conselho Pontifício para a Promoção da Unidade dos Cristãos

Mensagem do Olav Fykse Tveit, Secretário Geral do Conselho Mundial de Igrejas

 

Discurso do Maria Voce, Presidente do Movimento dos Focolares

Discurso do reverendo dr. Martin Robra, responsável pela formação ecumênica permanente e pelo Caminho pela justiça e a paz do Conselho Ecumênico de Igrejas

Discurso do bispo Brian Farrell, secretário do Conselho Pontifício para a Promoção da Unidade dos Cristãos

 

Serviço de Informação dos Focolares (SIF)

Página 1 de 4212345...102030...Última »