Feliz Natal, Feliz Ano Novo!

 

É Natal!

As vitrines das lojas estão decoradas para a festa, com bolas douradas, pequenas árvores de Natal, lindos presentes. À noite, as ruas brilham com estrelas cadentes ou cometas. As árvores, nas calçadas, têm os ramos cobertos de luzinhas vermelhas, azuis ou brancas, criando nas ruas uma atmosfera mágica…
Percebe-se a expectativa. Todos estão envolvidos…

Vetrata Maria Theotokos - LoppianoNatal não é apenas uma recordação tradicional: o nascimento daquele menino há 2005 anos… Natal é algo vivo! E não só nas igrejas, com os seus presépios, mas também entre as pessoas, devido ao clima de alegria, de amizade, de bondade que todo ano ele cria.

Mesmo assim, ainda hoje, o mundo é assolado por enormes problemas: a pobreza e a fome, o terremoto no Paquistão, dezenas de guerras, o terrorismo, o ódio entre etnias, mas também entre grupos e entre pessoas…

É necessário o Amor. É preciso que Jesus volte com potência.
O Menino Jesus é sempre a imensa dádiva do Pai à humanidade, embora nem todos o reconheçam.

Devemos oferecer também por eles o nosso agradecimento ao Pai. Temos que festejar o Natal e renovar a nossa fé no pequeno menino-Deus que veio para nos salvar, para criar uma nova família de irmãos unidos pelo amor; uma família que se estende sobre toda a Terra.

Olhemos ao nosso redor… Que este amor seja dirigido a todos, mas, de modo especial, a quem sofre, aos mais necessitados, aos que estão sós, aos que são excluídos, aos pequenos e aos doentes… Que a comunhão com eles, de afeto e de bens, faça resplandecer uma família de verdadeiros irmãos que festejam juntos o Natal e que vai mais além.

Quem poderá resistir à potência do amor?

À luz do Natal, façamos alguma coisa, suscitemos ações concretas. Serão remédios para os males. Eles podem parecer pequenos, mas se forem utilizados em vasta escala, poderão ser uma luz e uma solução para os graves problemas do mundo.
Chiara Lubich

Comments are disabled.