É Margaret Karram a nova Presidente dos Focolares


Eleita no dia 31 de janeiro, é a terceira Presidente depois da fundadora Chiara Lubich e  de Maria Voce, que concluiu dois mandatos.

COMUNICADO DE IMPRENSA – 1º de fevereiro de 2021

Margaret Karram, foi eleita ontem Presidente dos Focolares com mais de dois terços da preferências dos que tinham direito de voto entre os participantes da Assembleia geral do Movimento, composta por 359 representantes do mundo inteiro. Sucede à fundadora Chiara Lubich e a Maria Voce que permaneceu no cargo por 12 anos (dois mandatos).

Margaret Karram nasceu em Haifa, em Israel, em 1962, numa família católica palestiniana e se formou em Hebraísmo pela Universidade Judaica Americana nos Estados Unidos. Ocupou vários cargos no âmbito dos Focolares em Los Angeles e em Jerusalém. Colaborou também em várias comissões e organizações para a promoção do diálogo entre as três religiões monoteístas, como a Comissão Episcopal para o diálogo inter-religioso, na Assembleia dos Católicos Ordinemios da Terra Santa e a organização ICCI (Interreligious Coordinating Council in Israel). Trabalhou durante 14 anos no Consulado geral da Itália em Jerusalém.

Desde 2014 está no Centro Internacional dos Focolares como conselheira para a Itália e Albânia e corresponsável para o Centro dos Focolares para o diálogo entre Movimentos eclesiais e novas Comunidades católicas.

Fala árabe, hebraico, italiano e inglês. Em 2013 recebeu o prêmio “Mount Zion Award” para a reconciliação, junto com a estudiosa e pesquisadora Yisca Harani, pelo empenho no desenvolvimento do diálogo entre cultura e religiões diferentes.

Em 2016 recebeu o Prêmio internacional S. Rita, sob indicação por ter favorecido o diálogo entre cristãos, hebreus, muçulmanos, israelenses e palestinos, partindo da vida vivida no cotidiano.

As eleições ocorreram ontem, 31 de janeiro de 2021, mas a sua nomeação tornou-se efetiva só hoje, depois da confirmação por parte do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida, como previsto pelos Estatutos gerais dos Focolares. No documento encontram-se os votos de que a nova Presidente possa desempenhar a sua função “com fidelidade, espírito de serviço e sentido eclesial, para o bem dos membros da Obra e da Igreja universal”.

As funções da Presidente dos Focolares
Em base aos Estatutos gerais do Movimento, a Presidente, é escolhida entre as focolarinas (consagradas, com votos perpétuos) e será sempre uma mulher. Ela – ali se lê – é “sinal da unidade do Movimento”; isso significa que representa a grande variedade religiosa, cultural, social e geográfica daqueles que aderem à espiritualidade dos Focolares em 182 Países onde o Movimento está presente e se reconhecem na mensagem de fraternidade da fundadora, Chiara Lubich, inspirada no Evangelho “Pai, que todos sejam uma coisa só”. (Jo 17, 20-26)

São muitos os compromissos e desafios que esperam Margaret Karram nos próximos anos: funções de governo e orientação de um Movimento de dimensões mundiais como os Focolares, profundamente imerso nas realidades e nos desafios locais e globais da humanidade, a partir desse tempo de pandemia. Os Estatutos indicam também o “estilo” que deve caracterizar a ação da Presidente: “A sua será sobretudo presidência da caridade – se diz – porque deverá ser a primeira a amar e a servir os próprios irmãos, recordando as palavras de Jesus “ (…) quem quiser ser o primeiro entre vocês será o servo de todos” (Mc 10, 44).

O empenho primário da Presidente é aquele de ser construtora de pontes e porta voz da mensagem central da espiritualidade dos Focolares, pronta a praticá-la e difundi-la, como se lê mais adiante, também a custo da própria vida.

Próximas etapas da Assembleia geral dos Focolares serão a eleição do Copresidente, hoje á tarde, e dos conselheiros no dia 4 de fevereiro próximo.

Stefania Tanesini – Cell. +39 338 5658244

Texto em PDF

12 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *