Quem Somos

O Movimento dos Focolares tem a fisionomia de uma grande e variada família, de um “povo novo nascido do Evangelho”, assim como o definiu a sua fundadora, Chiara Lubich, que o fundou em 1943 em Trento (Itália), durante a segunda guerra mundial, como uma corrente de renovação espiritual e social. Aprovado em 1962 com o nome oficial de Obra de Maria e difundido em mais de 180 países com mais de dois milhões de participantes.

A mensagem que quer levar ano mundo é a mensagem da unidade. O seu objetivo, portanto, é cooperar na construção de um mundo mais unido, estimulados impelidos pela oração de Jesus ao Pai “para que todos sejam uma coisa só” (Jo 17,21), no respeito e na valorização das diferenças. E, para alcançar esta meta, se favorece-se o diálogo, no empenho constante de construir pontes e relacionamentos de fraternidade entre os indivíduos, os povos e as áreasâmbitos culturais.

Fazem parte doO Movimento encontra dentro de si cristãos de muitas Igrejas e comunidades cristãs, fiéis de outras religiões e pessoas de convincções não religiosas. Quem Cada um adere ao Movimento compartilhando o seuas finalidades objetivo e o seua espíiritoualidade, na fidelidade à própria Igreja, fé, e consciênciaFocolares são chamadas as comunidades nas quais vivem as pessoas que pronunciaram votos de castidade, pobreza e obediência no Movimento. Também fazem parte do focolare pessoas casadas que, fiéis ao próprio estado de vida e continuando a viver a própria vida familiar, partilham com os consagrados virgens a escolha radical de pôr em prática o amor evangélico e de viver para realizar a unidade.

2000000+os aderentes ao Movimento dos Focolares presentes em 182 países.
350+são as Igrejas e comunidades eclesiais das quais fazem parte as pessoas que se identificam com o espírito dos Focolares.
7000+fiéis de religiões diferentes aderem ao espírito do Movimento.
10000+pessoas de convicções não religiosas compartilham os seus objetivos.
25+“cidadezinhas” com habitações, escolas, atividades de trabalho e lugares de oração.
1000+empresas inspiram-se nos princípios da Economia de Comunhão.
1000+projetos de desenvolvimento internacional geridos pelo Movimento dos Focolares.
11000+crianças e adolescentes ajudados através de 93 projetos em prol da infância em 48 países.
20+editoras no mundo; revista “Città Nuova” com 32 edições em 21 linguas.

Chiara Lubich

Chiara Lubich (1920-2008) foi fundadora do Movimento dos Focolares difundido em 182 países e portador da espiritualidade da unidade. O objetivo é contribuir para a atuação da oração de Jesus: “Para que todos sejam uma coisa só” (Jo 17,21).

Grande figura carismática dos nossos tempos, é conhecida pela sua incansável ação em favor da comunhão, da fraternidade e da paz entre pessoas de Igrejas diferentes, fiéis de muitas religiões e também entre aqueles que não se identificam com um preciso credo religioso.

O espírito dos Focolares mira a levar um estilo de vida novo também no campo civil, na economia e na política. São muitos os títulos honoris causa foram conferidos a Chiara Lubich por instituições acadêmicas internacionais, em nas mais vaáriadas disciplinas (teologia, filosofia, psicologia, economia, ciências sociais, dentre outras).

Ligada por uma profunda amizade com Papas, autoridades Chefes de Igrejas e fundadores de Movimentos, personalidades políticas e civis, Chiara Lubich deixou uma grande imensa herança espiritual que não deixa cessa de inspirar pessoas e sociedades. Em 2015, foi aberta a sua causa de beatificação e canonização que atualmente está na fase diocesana.

1920

Il No dia22 de janeiro Chiara Lubich nasceu em Trento (Itália) e foi é batizada com o nome Silvia.

https://www.focolare.org/passaparola/2019/07/1.png
1943

Atraída pela escolha radical de Deus de Chiara de Assis, quis assumeir o seu nome na Terceira Ordem Terceira franciscana. Em 7 de dezembro se doaou-se para sempre a Deus com voto de castidade, diniciando vida ao Movimento dos Focolares.

2
1944

Depois de um violento bombardeio, a família Lubich temve que evacuarabandonar a cidade, mas Chiara decideiu permanecer em Trento. Com as suas primeiras companheiras compartilharáou um apartamento na praça dos Capuchinhos. Assim, nasceu o “focolare”.

https://www.focolare.org/passaparola/2019/07/3.png
1949

De 1949 a 1959, há a cada verão, Chiara vai para as Dolomitas trentinas juntamente com as suas primeiras companheiras e, companheiros e um número cada vez maior de pessoas. Deste modo, nasceu a Mariápolis, a cidade de Maria.

5
1961

Em Darmstadt (Alemanha) Chiara se encontra coum alguns pastores luteranos que quereiam conhecer a sua espiritualidade evangélica. Iniciaou-se assim o diálogo ecumênico.

Darmstadt (Allemagne) 1961
1962

Primeira aprovação pontifícia ad experimentum: João XXIII reconheceu o Movimento, com o nome de Obra de Maria.

Jean XXIII
1977

Na Guildhall de Londres, Chiara recebeu o Prêmio Templeton parael o progresso da religião, na presença de representantes de nmumerositas crenças religiosas. Iniciaou-se assim oficialmente o diálogo com os seguidores adeptos de outras religiões.

7
1984

João Paulo II visitaou o Centro Internacional do Movimento em Rocca di Papa nas proximidades de Roma (Itália).

8
1990

O Pontifício Conselho para os Leigos aprovaou os Estatutos Gerais atualizadrevistos do Movimento dos Focolares.

pontificio
1991

No Brasil, na Mariápolis Araceli, nas proximidades de São Paulo, Chiara dáeu início ao projeto por uma Economia de Comunhão.

9
1996

Em Paris (França) foi-lhe é conferido o Prêmio Unesco para ela Educação para a Paz. Recebeu o diploma honoris causa em Ciências Sociais da Universidade de Lublin, na Polônia. Depois recebeu aindaEm seguida, virão outros 15.

11
1997

Chiara deu apresenta o seu testemunho a 3.000 muçulmanos afro-americanos da American Society of Muslims na mesquita Malcolm X doe Harlem, em Nova Iorque (EUA).

12
1998

No primeiro encontro internacional dos Movimentos eclesiais em Roma (Itália), na praça de São Pedro, Chiara assumeiu o compromisso de iniciar um caminho de comunhão entre os Movimentos.

13
2004

Em Stuttgart (Alemanha), realizaou-se a Jornada Juntos pela Europa, fruto do caminho de comunhão entre mais de150 Movimentos e comunidades de várias Igrejas, com a presença de 9.000 pessoas.

ipe
2007

Em 7 de dezembro com o Decreto Pontifício éfoi instituídoeregidoo Instituto Universitário Sophia, sediado na cidadezinhla de Loppiano (Itália). ÉFoi o último ato oficial assinado por Chiara Lubich.

sophia
2008

Após uma longa doença, Chiara morreu no dia dia 14 de março depois de uma doença longa, na sua casa em Rocca di Papa, perto de Roma (Itália).

16
Show MoreShow Less

Alguns escritos de Chiara Lubich

A atração do tempo moderno

Eis a grande atração do tempo moderno: atingir a mais alta contemplação e manter-se misturado com todos, lado a lado com os homens. continue lendo>

Se estamos unidos, Jesus está entre nós

Se estamos unidos, Jesus está entre nós. E isto vale! Vale mais do que qualquer outro tesouro que nosso coração possa ter: mais do … continue lendo>

Para que tivéssemos a Luz

Seria de enlouquecer se não fixássemos os olhos em ti, que transformas, como por encanto, toda amargura em doçura ; em ti, pendurado na cruz … continue lendo>

Pasquale Foresi

O teólogo Pasquale Foresi foi o primeiro focolarino sacerdote e o primeiro co-presidente dos Focolares. Chiara Lubich lhe confiou-lhe a tarefa de traduzir em realizações obras concretas as suas intuições místicas, de declinar enunciar a espiritualidade da unidade nos vários aspectos da vida e das culturas. Ele contribuiu para na redação dos Estatutos, encarregou-se dos relacionamentos com a Santa Sé, ajudeou a criar vida a centros de formação espiritual, cidadezinhlas de testemunho, iniciativas editoriais.

Igino Giordani

Escritor, jornalista, político, ecumenista e patrólogo, éfoi co-fundador do Movimento. Marido e pai, foi uma personalidade poliédrica que delineou no Movimento perspectivas proféticas em nível cultural, político, eclesial e social. No área âmbito político, sea distinguiu-se como construtor de paz, vivendo o compromisso pelo bem comum como a forma mais elevada forma dea caridade. Está em andamento a sua causa de beatificação. | iginogiordani.info

Organização e Governance

De acordo com os Estatutos Gerais do Movimento dos Focolares na sua condução estará sempre uma mulher, ajudpoiada por um Co-presidente. A Presidente atual é a italiana Maria Voce e o Co-presidente é o espanhol Jesús Morán. A presidência é coadjuvxiliada por um Conselho Geral onde estão representados todos os que fazem parte do Movimento: jovens, famílias, consagrados, pessoas de religiões diferentes, etc. na sua divearsiedade de vocações, culturas, proveniência geográfica.

Todos os encargos de responsabilidade têm a duração de seis anos e podem ser reconfirmados apenas uma vez. No mundo, o Movimento, presente em 182 países, está organizado em 22 áreas geográficas e as atividades são coordenadas por uma delegada e um delegado, juntamente com um Conselho.

Maria Voce éfoi eleita Presidente do Movimento dos Focolares pela Assembleia Geral de 2008, sendo a primeira focolarina a suceder à fundadora. A Assembleia de 2014 a reelegeu-a para um segundo mandato.

Jesús Morán Cepedano foi eleito Co-presidente do Movimento dos Focolares no dia 13 de setembro de 2014, pela Assembleia Geral reunida no Centro Mariápolis de Castel Gandolfo, Roma (Itália).

Você sabia que...

… todos os dias às 12h, nos vários fusos horários, se faz-se o Time out, um momento de silêncio ou de oração pela paz. Concebido pelos jovens dos Focolares, foi adotado em por todo o Movimento.

… a Palavra de Vida, um texto mensal que convida a viver uma frase da Bíblia, é traduzida em cerca de 90 línguas e idiomas, e alcança, através dos meios de comunicação, alguns milhões de pessoas.

Silvia era o nome de batismo da Fundadora dos Focolares que, atraída pela escolha radical de Deus de Chiara de Assis, entrou na Ordem Terceira Ordem Franciscana, escolhendo o seu nome.

… Chiara Lubich foi a primeira mulher branca e de fé cristã a falar na mesquita Malcolm X doe Harlem (Nova Iorque). Foi no dia 18 de maio de 1997 e estavam presentes mais de 3.000 pessoas para ouvi-la.

… os focolares no mundo se encontram-se em todas as latitudes: o mais ao norte estáé em Estoacolmo na Suécia e o mais ao sul, em Trelew na Argentina.

… o logotipo do Movimento se inspira-se em “Nossa Senhora do povo” que recolhe sob o seu manto todas as vocações. A cor azul evoca Maria, enquanto o laranja, os membros que querem agir segundo o estilo de Maria. Baixar o Manual do usuário do logo (em italiano)>