O Movimento dos Focolares, presente no mundo inteiro, possui a fisionomia de uma grande e variegada família. Nasceu em 1943, durante a Segunda Guerra Mundial, como uma corrente de renovação espiritual e social.

“Um povo nascido do Evangelho” é como foi definido pela fundadora, Chiara Lubich (1920-2008), personalidade carismática e referência no século XX.

Objetivo: cooperar na construção de um mundo mais unido, impulsionados pela oração de Jesus ao Pai, “Que todos sejam um” (Jo 17,21), no respeito e na valorização das diversidades. Privilegia os diálogos como método, no constante compromisso a construir pontes e relações de fraternidade entre indivíduos, povos e esferas culturais.

Pertencem ao Movimento dos Focolares pessoas de todas as idades, vocações, religiões, convicções e culturas.